Atividades

Atividades

4. Depoimentos de militantes da Ação Libertadora Nacional - ALN sobre José Wilson Lessa Sabbag e Maria Augusta Thomaz, alunos da PUC-SP mortos na luta contra a ditadura militar.


Pauta: clique aqui
Data: 18/09/2013
Horário: 15:0 horas

3. 1a Sessão Pública da Comissão da Verdade da PUC-SP - Reitora Nadir Gouvêa Kfouri.


Pauta: clique aqui
Data: 16/09/2103
Horário: 19:00 horas na sala Paulo Freire

 

2. Cerimônia de assinatura dos convênios com a Comissão Nacional da Verdade, representada por seu presidente Dr. José Carlos Dias, e com a Comissão da Verdade Rubens Paiva da Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo, representada por seu presidente Deputado Adriano Diogo.


Data: 16/09/2013
Horário: 16:00horas

 

1. Ato de Instalação da Comissão da Verdade da PUC-SP - Reitora Nadir Gouvêa Kfouri.


Pauta: clique aqui
Data: 06/06/2013
Horário: 19:0 horas no Tucarena

 

PLANO DE TRABALHO DA COMISSÃO DA VERDADE DA PUC-SP
REITORA NADIR GOUVÊA KFOURI
 


Projeto I: Assassinados e desaparecidos da PUC-SP

 

1. Objetivos

a) Sistematizar dossiê sobre os cinco militantes assassinados e desaparecidos, alunos da PUC-SP, bem como outras pessoas que venham a ser identificadas como mortas e desaparecidas pertencentes à comunidade puqueana, em colaboração com a Comissão Estadual da Verdade Rubens Paiva e Comissão Nacional da Verdade.

b) Desenvolver ações políticas que os tornem (re)conhecidos pela comunidade puqueana.

c) Desenvolver ações políticas que façam avançar ações de justiça e memória em relação aos mortos e desaparecidos na Ditadura.

2. Atividades

a) Colher testemunhos de familiares, companheiros de militância etc. e daqueles que, direta ou indiretamente, foram responsáveis pelos atos de violação de seus direitos humanos, enviando os dossiês à Comissão Nacional da Verdade para que o judiciário tome as providências cabíveis.

b) Realizar pesquisa documental e registros da história e das circunstâncias do assassinato e desaparecimento dos cinco militantes, e outros eventualmente ainda não identificados, nos arquivos da repressão – estaduais e nacionais – e em outros arquivos que possam fornecer informações adicionais sobre a atuação dos mesmos.

c) Desenvolver parcerias com a Comissão Estadual da Verdade e a Comissão Nacional da Verdade para o desenvolvimento deste plano de trabalho, bem como propor ações políticas conjuntas com outras comissões e comitês da verdade relativas aos mortos e desaparecidos.

d) Realizar audiências e encontros para tomada de depoimentos e coleta de informações sobre os mortos e desaparecidos da PUC-SP. Tais audiências serão públicas e terão caráter pedagógico, além de serem realizadas em parceria com a Comissão Estadual da Verdade.

e) Registrar em vídeos e material escrito a história, as circunstâncias dos assassinatos e desaparecimentos e todas as informações de cada militante.

f) Prestar homenagens aos militantes mortos e desaparecidos da PUC-SP e aos seus familiares, criando a oportunidade de pedido de perdão do Estado.

g) Enviar os dossiês sobre os mortos e desaparecidos da PUC-SP à Comissão Nacional da Verdade.

 

Projeto II: O Movimento Estudantil na PUC no período da ditadura

1. Objetivos

a) Resgatar a memória dos acontecimentos relacionados ao movimento estudantil no período de 1964/1988, ocorridos na PUC-SP ou com ela diretamente relacionados, em particular a realização do III Encontro Nacional de Estudantes, em 1977, quando a UNE foi recriada e a invasão da PUC-SP, pela polícia, em 22/09/1977.

b) Fomentar o debate sobre a importância do movimento estudantil brasileiro na resistência à ditadura e na luta pela redemocratização do país e o papel da juventude e suas organizações políticas no Brasil atual.

2. Atividades

a) Recolher testemunhos de ex-alunos, professores e funcionários da PUC-SP contemporâneos dos eventos, bem como documentação escrita e imagem que permitam reconstruir uma cronologia dos acontecimentos.

b) Realizar eventos nos quais as testemunhas e a documentação recolhida sejam apresentadas e debatidas e as suas circunstâncias históricas.

c) Organizar o material recolhido de modo que possa fazer parte do memorial da PUC-SP sobre a ditadura.

 

Projeto III: Ações de repressão e de resistência na PUC-SP

1. Objetivos

Resgatar a memória dos principais episódios relacionados às ações de repressão e de resistência ocorridas na PUC-SP, em particular:

a) Perseguições e violências contra professores, funcionários e alunos da PUC-SP.

b) A Igreja Católica de São Paulo no período da ditadura e a Universidade.

c) Realização da 290 Reunião da SBPC na PUC-SP – 06 a 13 de julho de 1977.

d) Processo de acolhida de professores e alunos cassados e perseguidos em outras universidades do país e do exterior.

e) Reuniões e Congressos da Anistia realizados na PUC-SP.

f) Constituição e trajetória de lutas das entidades de professores (Apropuc) e de funcionários (Afapuc).

g) Incêndios do TUCA em 22 de setembro e 13 de dezembro de 1984.
 

2. Atividades:

a) Realizar eventos nos quais sejam apresentadas testemunhas e documentação e debatidas as circunstâncias históricas e reflexos destes eventos na atualidade.

b) Desenvolver pesquisas, ações e atividades conjuntas com núcleos e comitês de pesquisa, pesquisadores individuais, comitês de alunos, associações de professores e de funcionários e outros grupos da Universidade.

c) Identificar, para cada um destes episódios, testemunhas, arquivos documentais da PUC-SP e externos que contribuam para esclarecê-los.

d) Realizar depoimentos e sessões públicas de audiência, quando couber, para cada um deles.

e) Produzir registros, vídeos, publicações, debates e eventos.

 

Projeto IV: Reflexões sobre a memória social da ditadura

1. Objetivos

Realizar pesquisa qualitativa com membros da atual comunidade puqueana – professores, alunos e funcionários – sobre a memória social da ditadura.
 

2. Atividades:

a) Organizar equipe multidisciplinar encarregada de elaborar projeto de pesquisa, reunindo historiadores, sociólogos e psicólogos e outros.

b) Selecionar entrevistadores, capacitar e organizar a realização das entrevistas.

c) Analisar as entrevistas e elaborar relatório final para publicação e/ou divulgação eletronicamente.

d) Realizar conferências e seminários sobre a importância do resgate da memória coletiva para a cultura política das sociedades e do Brasil em particular.

 

Projeto V: Pesquisa na PUC-SP sobre a ditadura e implantação do Memorial

1. Objetivos

Identificar e dar visibilidade às pesquisas sobre a ditadura realizadas na PUC-SP, assim como analisar e definir a concepção do memorial a ser implantado na PUC-SP.
 

2. Atividades

a) Realizar levantamento das pesquisas sobre o período da ditadura realizadas na PUC-SP em suas diversas formas: projetos de pesquisa, iniciação científica, TCC's, dissertações, teses e outras produções acadêmicas.

b) Organizar um Catálogo Eletrônico a ser disponibilizado ao público e distribuído amplamente para instituições e movimentos sociais.

c) Propor pesquisas, ações e atividades conjuntas com núcleos e grupos de pesquisa, pesquisas individuais, Comitês de alunos, associações de professores e de funcionários e outros grupos da Universidade.

 

Atividades transversais aos projetos

1. Objetivos

a) Propor atividades que atualizem a memória da ditadura no presente.

b) Mobilizar a comunidade puqueana para o reconhecimento da importância da reflexão sobre a memória e justiça transicional na atual conjuntura, temas de grande importância para a agenda pública de defesa dos direitos humanos.

c) Estimular a produção acadêmica, de professores e alunos, sobre o período analisado.
 

2. Atividades

a) Realizar debates, depoimentos e outras atividades referentes ao período da ditadura, enfatizando os desdobramentos e projeções históricas daquele processo na atualidade.

b) Realizar palestras e outros eventos centrados na questão da memória, da verdade e da justiça transicional.

c) Elaborar pesquisa e apoiar a produção acadêmica de professores, núcleos e comitês de pesquisas sobre o tema, assim como orientar 10 (dez) projetos de pesquisa de alunos selecionados.

d) Desenvolver as atividades em colaboração com estudantes, ex-alunos, outras Comissões da Verdade Nacional, Estadual e Universitárias, entidades de defesa dos direitos humanos e pessoas comprometidas com os objetivos da Comissão da Verdade da PUC-SP.

Conecte-se à PUC-SP