Ciências Econômicas

Apresentação 

O curso de Ciências Econômicas da PUC-SP é hoje o maior curso de economia em número de alunos do país com quase 1700 matriculados nos períodos matutino e noturno.


Essa demanda deve-se ao seu reconhecimento tanto em âmbito acadêmico como e principalmente por parte de empresas, bancos e governos que empregam nossos economistas.

O aluno do Curso de Ciências Econômicas da PUCSP é exposto durante todo o curso ao debate e as contradições que permeiam essa ciência, o que enriquece e eleva sua capacidade de compreensão sobre a complexidade da realidade econômica e os desafios por ela colocados.


É um curso que se caracteriza por fornecer ao aluno uma formação plural que lhe permite uma capacidade de compreensão profunda sobre o real funcionamento da economia.

Parte da concepção de que a Ciência Econômica não é constituída apenas de instrumentais técnicos e de um “pensamento único”, mas um feixe de diferentes correntes da teoria econômica e seus instrumentais.

Essa formação lhe permite uma compreensão diferenciada sobre a realidade concreta, o debate econômico sobre ela, bem como os problemas da Economia. Fornece os instrumentos teóricos e práticos para a solução de problemas complexos no mundo do trabalho.

Esta concepção baseada na "pluralidade teórica" está na estrutura curricular do curso, que significa a convivência das diferentes escolas de pensamento como clássica, neoclássica, marxista, keynesiana e pós-keynesiana e novo-clássica, dentre suas principais matrizes em arraigado debate.

O curso procura não separar o debate em nichos independentes, mas integrá-los em um constante enfrentamento de ideias visando a melhor compreensão da economia, bem como a possibilidade de ação destacada sobre a realidade, esteja na empresa, no banco, no governo ou seguindo a carreira de pesquisador.

Diferencial:
O curso de Economia da PUC-SP tem grande aceitação de seus alunos no mercado de trabalho, sendo que 95% dos alunos já em seu segundo ano já estão estagiando ou mesmo inseridos no mercado de trabalho.

O corpo docente do curso de Ciências Econômicas é altamente qualificado, sendo composto de 14% de pós-doutorados, 58% de doutores e 21% de mestres.

O corpo professores contemplam em seus cursos diferentes matizes teóricos o que consegue tornar real o debate dentro e fora das salas de aulas.

Além de preparar o estudante para o exercício profissional, o curso estimula fortemente a pesquisa, incentivando a Iniciação Científica base da pesquisa para alunos de graduação.

O Curso de economia da PUC-SP possui também uma estrutura avançada de pesquisa com dois cursos de pós-graduação em nível de mestrado acadêmico na área de Economia Política e mestrado profissionalizante na área de Crescimento e desenvolvimento econômico ligado à universidade francesa Sorbone.

A PUC-SP mantém intercâmbio com universidades da América Latina, América do Norte e Europa para opcional complementação do curso e promoção de experiência internacional no estudo da Economia.

Formas de Ingresso 
  • Processo seletivo por meio de exame vestibular aberto a candidatos que tenham concluído o ensino médio ou equivalente;
  • Processo seletivo específico para portadores de diploma de graduação, sob condição de existência de vagas abertas pela Faculdade, obedecendo ao calendário da Universidade;
  • Matrícula por transferência sob a condição de existência de vaga, obedecendo ao calendário da Universidade ;
  • Prouni, obedecendo ao calendário da Universidade;
  • Reopção de curso, aberta pela Faculdade, obedecendo ao calendário da Universidade.
 
Serviços 
PUC Júnior

A FEA-PUC Consultoria Júnior é uma associação civil sem fins lucrativos, prestadora de serviços de consultoria, integrada e administrada por alunos dos cursos de Administração, Ciências Econômicas, Ciências Contábeis e Ciências Atuariais da FEA–PUC-SP. O objetivo principal é auxiliar no desenvolvimento profissional de seus associados, facilitando o ingresso no mercado de trabalho.

Desde o início de suas atividades em 1996, tem se concentrado em maximizar o desenvolvimento profissional e pessoal do universitário, complementando sua formação acadêmica e prestando o melhor serviço com dinamismo e qualidade.

A Empresa Júnior é composta por alunos altamente qualificados, que proporcionam os melhores serviços do mercado, superando expectativas e fazendo da FEA-PUC Consultoria Júnior um exemplo em seu setor de atuação. Ademais, todos os projetos desenvolvidos pela PUC-Júnior contam com a participação de professores do Curso de Administração como orientadores. A participação dos professores do Curso de Administração se dá também em programas de treinamentos dos alunos e em outras atividades integradas, como eventos e cursos, entre outras.

Continua integrada ao Curso de Administração e aos demais cursos da FEA-PUC-SP e possibilita que as atividades desenvolvidas pelos alunos do Curso de Administração sejam consideradas como atividade de estágio e também como atividades complementares.
Gestão 

As Faculdades são compostas por: Departamentos, Cursos de Graduação, Programas de  Pós-Graduação stricto sensu e lato sensu, Cursos e Atividades de Educação Continuada, Unidades Suplementares e Núcleos Extensionistas.

Compete à Câmara de Graduação:
I - desenvolver estudos que subsidiem o CEPE na elaboração ou alteração da política educacional da PUC-SP, a ser submetidos à apreciação e aprovação do CONSUN e CONSAD;
II - desenvolver estudos, no âmbito do ensino, de forma articulada com a Câmara de Pós-Graduação e Pesquisa, que subsidiem a elaboração dos Projetos Institucionais da PUC-SP, a ser submetidos à apreciação e aprovação do CEPE;
III - propor ao CEPE plano de implementação da política educacional e do desenvolvimento do ensino nas Faculdades, definindo as prioridades;
IV - propor ao CEPE as normas e as orientações técnicas para elaboração e tramitação de programas e projetos de ensino das Faculdades;
V - dar parecer sobre Projetos Pedagógicos de Cursos e propostas de alterações a serem submetidos à aprovação do CEPE;
VI - apreciar os relatórios das avaliações institucionais e de cursos;
VII - promover a auto-avaliação dos Cursos de Graduação das Faculdades, encaminhando ao CEPE relatórios;
VIII - promover estudos das demandas socio-ocupacionais e das transformações na esfera do conhecimento, orientando as Faculdades para a proposição de mudanças curriculares, ou de novas modalidades de Graduação;
IX - subsidiar e supervisionar o desenvolvimento dos Projetos Pedagógicos dos Cursos, zelando pela observância dos mesmos;
X - acompanhar a implementação de novos Projetos Pedagógicos de Cursos;
XI - subsidiar o CEPE nas políticas de extensão referentes à Graduação;
XII - emitir pareceres de mérito sobre projetos de extensão ligados à Graduação;
XIII - exercer outras atribuições previstas em normas ou decididas pelos Colegiados competentes e inerentes à natureza do órgão.

Corpo Docente 

-  

Titulação:

Anos de Casa:

Tempo de Trabalho:

Disciplinas: Administração financeira
Econometria ii
Economia internacional
Introdução à economia i
Política
Técnicas de pesquisa em economia

Acessar Currículo Lattes

-  

Titulação:

Anos de Casa:

Tempo de Trabalho:

Disciplinas: Introdução à economia i
Política e planejamento econômico

Acessar Currículo Lattes

-  

Titulação:

Anos de Casa:

Tempo de Trabalho:

Disciplinas: Optativa - economia do trabalho

Acessar Currículo Lattes

Adalton Franciozo Diniz  

Titulação:

Anos de Casa: 11 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 11 anos e 5 meses.

Disciplinas: Economia e ética
Optativa - a controvérsia sobre o atraso econômico brasileiro: um panorama histórico do debate
Padrões de desenvolvimento capitalista

Acessar Currículo Lattes

Ana Hutz  

Titulação:

Anos de Casa: 6 anos e 6 meses.

Tempo de Trabalho: 4 anos e 6 meses.

Disciplinas: Economia brasileira contemporânea ii
História econômica geral
Monografia ii e iii
Técnicas de pesquisa em economia

Acessar Currículo Lattes

Antonio Carlos Alves dos Santos  

Titulação:

Anos de Casa: 28 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 26 anos e 5 meses.

Disciplinas: Economia e ética
História do pensamento econômico
Optativa - introdução a escola austríaca
Política e planejamento econômico
Técnicas de pesquisa em economia

Acessar Currículo Lattes

Antonio Carlos de Moraes  

Titulação: Doutor(a)

Anos de Casa: 29 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 29 anos e 5 meses.

Disciplinas: Monografia i
Monografia iv
Optativa - elaboração, avaliação de projetos e fundamentos da parceria público-privada
Técnicas de pesquisa em economia

Acessar Currículo Lattes

Antonio Marchionni  

Titulação: Doutor(a)

Anos de Casa: 35 anos e 0 meses.

Tempo de Trabalho: 34 anos e 0 meses.

Disciplinas: Introdução ao pensamento teológico ii

Acessar Currículo Lattes

Aquilas Nogueira Mendes  

Titulação: Doutor(a)

Anos de Casa: 11 anos e 0 meses.

Tempo de Trabalho: 11 anos e 0 meses.

Disciplinas: História econômica geral
Padrões de desenvolvimento capitalista

Acessar Currículo Lattes

Carlos Eduardo Ferreira de Carvalho  

Titulação: Doutor(a)

Anos de Casa: 20 anos e 0 meses.

Tempo de Trabalho: 20 anos e 0 meses.

Disciplinas: Economia das finanças internacionais
Monografia ii e iii

Acessar Currículo Lattes

Carlos Eduardo Figueiredo Cabral  

Titulação:

Anos de Casa: 11 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 11 anos e 5 meses.

Disciplinas: Teoria macroeconômica iii

Acessar Currículo Lattes

Celso Ribeiro Campos  

Titulação: Doutor(a)

Anos de Casa: 6 anos e 6 meses.

Tempo de Trabalho: 6 anos e 6 meses.

Disciplinas: Economia matemática i
Economia matemática ii

Acessar Currículo Lattes

Cesar Roberto Leite da Silva  

Titulação: Doutor(a)

Anos de Casa: 22 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 22 anos e 5 meses.

Disciplinas: Econometria i
Econometria ii
Monografia ii e iii

Acessar Currículo Lattes

Claudemir Galvani  

Titulação:

Anos de Casa: 42 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 39 anos e 5 meses.

Disciplinas: Metodologia econômica e filosofia da ciência

Acessar Currículo Lattes

Claudia Helena Cavalieri  

Titulação:

Anos de Casa: 28 anos e 0 meses.

Tempo de Trabalho: 28 anos e 0 meses.

Disciplinas: Teoria microeconômica i
Teoria microeconômica ii
Teoria microeconômica iii

Acessar Currículo Lattes

Cristina Helena Pinto de Mello  

Titulação: Doutor(a)

Anos de Casa: 28 anos e 0 meses.

Tempo de Trabalho: 28 anos e 0 meses.

Disciplinas: Monografia ii e iii

Acessar Currículo Lattes

Darcio Genicolo Martins  

Titulação:

Anos de Casa: 11 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 11 anos e 5 meses.

Disciplinas: Optativa - economics of strategy
Teoria microeconômica ii

Acessar Currículo Lattes

Edson Ferreira de Oliveira  

Titulação: Doutor(a)

Anos de Casa: 21 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 21 anos e 5 meses.

Disciplinas: Estatística econômica

Acessar Currículo Lattes

Elizabeth Borelli  

Titulação: Doutor(a)

Anos de Casa: 35 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 33 anos e 6 meses.

Disciplinas: Optativa - economia do meio ambiente

Acessar Currículo Lattes

Emerson Rildo Araujo de Carvalho  

Titulação:

Anos de Casa: 8 anos e 0 meses.

Tempo de Trabalho: 8 anos e 0 meses.

Disciplinas: Econometria i
Econometria iii

Acessar Currículo Lattes

Eulalio Avelino Pereira Figueira  

Titulação:

Anos de Casa: 23 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 23 anos e 5 meses.

Disciplinas: Introdução ao pensamento teológico i
Introdução ao pensamento teológico ii

Acessar Currículo Lattes

Everaldo Montesi Medeiros  

Titulação:

Anos de Casa: 43 anos e 10 meses.

Tempo de Trabalho: 43 anos e 10 meses.

Disciplinas: Estatística econômica

Acessar Currículo Lattes

Fabio Costa Couto Filho  

Titulação:

Anos de Casa: 27 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 27 anos e 5 meses.

Disciplinas: Instituições de direito

Acessar Currículo Lattes

Fernando Altemeyer Junior  

Titulação: Doutor(a)

Anos de Casa: 20 anos e 11 meses.

Tempo de Trabalho: 20 anos e 11 meses.

Disciplinas: Introdução ao pensamento teológico ii

Acessar Currículo Lattes

Fernando Ribeiro Leite Neto  

Titulação:

Anos de Casa: 11 anos e 0 meses.

Tempo de Trabalho: 11 anos e 0 meses.

Disciplinas: Introdução à economia ii

Acessar Currículo Lattes

Flavio Mesquita Saraiva  

Titulação: Doutor(a)

Anos de Casa: 28 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 28 anos e 5 meses.

Disciplinas: Economia das finanças internacionais
Monografia ii e iii
Técnicas de pesquisa em economia
Teorias de desenvolvimento econômico

Acessar Currículo Lattes

Gilson de Lima Garofalo  

Titulação:

Anos de Casa: 48 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 48 anos e 5 meses.

Disciplinas: Monografia ii e iii
Técnicas de pesquisa em economia
Teoria microeconômica i

Acessar Currículo Lattes

Giovanni Botelho Colacicco  

Titulação:

Anos de Casa: 11 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 11 anos e 5 meses.

Disciplinas: Contabilidade e análise de balanços

Acessar Currículo Lattes

Giuseppe Milone  

Titulação:

Anos de Casa: 31 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 31 anos e 5 meses.

Disciplinas: Estatística econômica

Acessar Currículo Lattes

Gustavo Gomes de Freitas  

Titulação:

Anos de Casa: 9 anos e 6 meses.

Tempo de Trabalho: 9 anos e 6 meses.

Disciplinas: Economia matemática i
Economia matemática ii

Acessar Currículo Lattes

Hiroco Fuita  

Titulação:

Anos de Casa: 39 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 39 anos e 4 meses.

Disciplinas: Matemática

Acessar Currículo Lattes

Jason Tadeu Borba  

Titulação: Doutor(a)

Anos de Casa: 38 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 37 anos e 0 meses.

Disciplinas: Economia política i
Economia política ii
Monografia i
Monografia iv

Acessar Currículo Lattes

Joao Batista Pamplona  

Titulação: Doutor(a)

Anos de Casa: 23 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 23 anos e 5 meses.

Disciplinas: Monografia ii e iii
Optativa - economia da inovação

Acessar Currículo Lattes

Joao Ildebrando Bocchi  

Titulação:

Anos de Casa: 29 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 29 anos e 5 meses.

Disciplinas: Monografia i
Monografia iv

Acessar Currículo Lattes

Joao Machado Borges Neto  

Titulação: Doutor(a)

Anos de Casa: 37 anos e 0 meses.

Tempo de Trabalho: 37 anos e 0 meses.

Disciplinas: Economia monetária

Acessar Currículo Lattes

Joao Mamede Cardoso  

Titulação:

Anos de Casa: 27 anos e 0 meses.

Tempo de Trabalho: 27 anos e 0 meses.

Disciplinas: Econometria ii
Economia do setor público
Optativa - avaliação de projetos de cooperação internacional
Teoria microeconômica iii

Acessar Currículo Lattes

Joaquim Carlos Racy  

Titulação: Doutor(a)

Anos de Casa: 11 anos e 0 meses.

Tempo de Trabalho: 11 anos e 0 meses.

Disciplinas: Optativa - economia política e relações internacionais

Acessar Currículo Lattes

Jorge Alano Silveira Garagorry  

Titulação:

Anos de Casa: 29 anos e 0 meses.

Tempo de Trabalho: 28 anos e 8 meses.

Disciplinas: Monografia ii e iii

Acessar Currículo Lattes

Jose Carlos Fernandes Rodrigues  

Titulação:

Anos de Casa: 38 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 38 anos e 0 meses.

Disciplinas: Estatística

Acessar Currículo Lattes

Jose Geraldo Portugal Junior  

Titulação:

Anos de Casa: 35 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 29 anos e 10 meses.

Disciplinas: Introdução à economia ii

Acessar Currículo Lattes

Jose Heleno Mariano  

Titulação:

Anos de Casa: 40 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 39 anos e 5 meses.

Disciplinas: Contabilidade e análise de balanços

Acessar Currículo Lattes

Jose Luiz Carlos Demario  

Titulação:

Anos de Casa: 34 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 32 anos e 4 meses.

Disciplinas: Estatística econômica

Acessar Currículo Lattes

Jose Nicolau Pompeo  

Titulação:

Anos de Casa: 20 anos e 0 meses.

Tempo de Trabalho: 17 anos e 10 meses.

Disciplinas: Optativa - cenários econômicos - aplicação da matemática financeira - módulo ii
Optativa - cenários econômicos - decisões de investimentos e mercados financeiros - módulo i

Acessar Currículo Lattes

Jose Paulo Florenzano  

Titulação: Doutor(a)

Anos de Casa: 14 anos e 6 meses.

Tempo de Trabalho: 11 anos e 6 meses.

Disciplinas: Política

Acessar Currículo Lattes

Jozimas Geraldo Lucas  

Titulação:

Anos de Casa: 40 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 38 anos e 5 meses.

Disciplinas: Introdução ao pensamento teológico ii

Acessar Currículo Lattes

Julio Manuel Pires  

Titulação: Doutor(a)

Anos de Casa: 28 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 27 anos e 4 meses.

Disciplinas: Economia brasileira contemporânea i
Economia do setor público

Acessar Currículo Lattes

Leonardo Baptista Correia  

Titulação:

Anos de Casa: 7 anos e 11 meses.

Tempo de Trabalho: 7 anos e 5 meses.

Disciplinas: Econometria i
Econometria ii
Econometria iii

Acessar Currículo Lattes

Leonardo Nelmi Trevisan  

Titulação: Doutor(a)

Anos de Casa: 35 anos e 4 meses.

Tempo de Trabalho: 35 anos e 4 meses.

Disciplinas: Monografia i
Monografia iv

Acessar Currículo Lattes

Leslie Denise Beloque  

Titulação: Doutor(a)

Anos de Casa: 39 anos e 0 meses.

Tempo de Trabalho: 33 anos e 0 meses.

Disciplinas: Economia política ii

Acessar Currículo Lattes

Luiz Carlos Rondini  

Titulação:

Anos de Casa: 20 anos e 10 meses.

Tempo de Trabalho: 20 anos e 5 meses.

Disciplinas: Sociologia

Acessar Currículo Lattes

Luiz Moraes de Niemeyer Neto  

Titulação: Doutor(a)

Anos de Casa: 27 anos e 0 meses.

Tempo de Trabalho: 20 anos e 1 meses.

Disciplinas: Economia monetária
Optativa - a crise finan. americana de 2007/08 e as crises financ. da zona do euro

Acessar Currículo Lattes

Marcel Guedes Leite  

Titulação: Doutor(a)

Anos de Casa: 29 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 29 anos e 5 meses.

Disciplinas: Econometria iii

Acessar Currículo Lattes

Marcelo Claudio Lema  

Titulação:

Anos de Casa: 9 anos e 0 meses.

Tempo de Trabalho: 9 anos e 0 meses.

Disciplinas: Administração financeira

Acessar Currículo Lattes

Marcelo Jose Ranieri Cardoso  

Titulação: Doutor(a)

Anos de Casa: 6 anos e 6 meses.

Tempo de Trabalho: 6 anos e 6 meses.

Disciplinas: Economia industrial
Economia matemática i

Acessar Currículo Lattes

Maria Angelica Borges  

Titulação:

Anos de Casa: 33 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 33 anos e 5 meses.

Disciplinas: Economia política i
Economia política iii
Metodologia econômica e filosofia da ciência
Optativa- teo ec e internacionalização: o debate sobre as an do imperialismo e financerização do cap

Acessar Currículo Lattes

Maria Aparecida de Paula Rago  

Titulação: Doutor(a)

Anos de Casa: 19 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 19 anos e 5 meses.

Disciplinas: Formação econômica do brasil i
Formação econômica do brasil ii

Acessar Currículo Lattes

Maria Cristina Sanches Amorim  

Titulação: Doutor(a)

Anos de Casa: 30 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 30 anos e 5 meses.

Disciplinas: Monografia iv
Optativa - inovação e desenvolvimento econômico
Teorias de desenvolvimento econômico

Acessar Currículo Lattes

Maria do Carmo Ribeiro Schwandner Ferreira  

Titulação:

Anos de Casa: 28 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 28 anos e 4 meses.

Disciplinas: Administração financeira

Acessar Currículo Lattes

Mariana Ribeiro Jansen Ferreira  

Titulação:

Anos de Casa: 11 anos e 0 meses.

Tempo de Trabalho: 10 anos e 6 meses.

Disciplinas: Economia brasileira contemporânea ii
Economia brasileira contemporânea iii
Monografia i
Monografia iv
Optativa - análise contemporânea da economia brasileira: 2012/2017

Acessar Currículo Lattes

Moacir Nunes de Oliveira  

Titulação:

Anos de Casa: 22 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 22 anos e 5 meses.

Disciplinas: Introdução ao pensamento teológico ii

Acessar Currículo Lattes

Monica Landi  

Titulação: Doutor(a)

Anos de Casa: 29 anos e 0 meses.

Tempo de Trabalho: 29 anos e 0 meses.

Disciplinas: Contabilidade social
Economia brasileira contemporânea ii
Monografia i
Monografia iv

Acessar Currículo Lattes

Norma Cristina Brasil Casseb  

Titulação:

Anos de Casa: 38 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 38 anos e 0 meses.

Disciplinas: Teoria macroeconômica i
Teoria macroeconômica ii

Acessar Currículo Lattes

Paulo Roberto de Oliveira  

Titulação:

Anos de Casa: 11 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 11 anos e 5 meses.

Disciplinas: Estatística
Matemática

Acessar Currículo Lattes

Pedro Hubertus Vivas Aguero  

Titulação:

Anos de Casa: 23 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 23 anos e 5 meses.

Disciplinas: Econometria i
Monografia i
Optativa - economia de empresas
Optativa - métodos quantitativos para economia de empresas
Optativa - teoria dos jogos
Técnicas de pesquisa em economia

Acessar Currículo Lattes

Raphael Almeida Videira  

Titulação:

Anos de Casa: 8 anos e 0 meses.

Tempo de Trabalho: 8 anos e 0 meses.

Disciplinas: Econometria ii
Optativa - impactos econômicos das eleições
Optativa - tópicos especiais de política monetária e fiscal na economia brasileira

Acessar Currículo Lattes

Regina Maria Baratho  

Titulação:

Anos de Casa: 36 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 30 anos e 7 meses.

Disciplinas: Estatística econômica

Acessar Currículo Lattes

Regina Maria D Aquino Fonseca Gadelha  

Titulação: Doutor(a)

Anos de Casa: 38 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 38 anos e 1 meses.

Disciplinas: Formação econômica do brasil i
Padrões de desenvolvimento capitalista
Técnicas de pesquisa em economia

Acessar Currículo Lattes

Renata Moura Sena  

Titulação:

Anos de Casa: 11 anos e 0 meses.

Tempo de Trabalho: 11 anos e 0 meses.

Disciplinas: Teoria microeconômica ii
Teoria microeconômica iii

Acessar Currículo Lattes

Ricardo Carlos Gaspar  

Titulação:

Anos de Casa: 32 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 30 anos e 5 meses.

Disciplinas: Monografia ii e iii

Acessar Currículo Lattes

Rodrigo Alves Teixeira  

Titulação:

Anos de Casa: 7 anos e 11 meses.

Tempo de Trabalho: 3 anos e 5 meses.

Disciplinas: Econometria ii

Acessar Currículo Lattes

Rogerio Cesar de Souza  

Titulação: Doutor(a)

Anos de Casa: 11 anos e 0 meses.

Tempo de Trabalho: 11 anos e 0 meses.

Disciplinas: Teoria macroeconômica i
Teoria macroeconômica iii

Acessar Currículo Lattes

Roland Veras Saldanha Junior  

Titulação:

Anos de Casa: 23 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 23 anos e 5 meses.

Disciplinas: Economia industrial
Economia internacional

Acessar Currículo Lattes

Rosa Maria Marques  

Titulação: Doutor(a)

Anos de Casa: 33 anos e 0 meses.

Tempo de Trabalho: 33 anos e 0 meses.

Disciplinas: Economia política iii

Acessar Currículo Lattes

Rosa Maria Vieira Berriel  

Titulação:

Anos de Casa: 23 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 23 anos e 5 meses.

Disciplinas: Formação econômica do brasil ii
Técnicas de pesquisa em economia

Acessar Currículo Lattes

Rubens Rogerio Sawaya  

Titulação: Doutor(a)

Anos de Casa: 29 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 29 anos e 5 meses.

Disciplinas: História do pensamento econômico

Acessar Currículo Lattes

Tomas Bruginski de Paula  

Titulação:

Anos de Casa: 30 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 18 anos e 4 meses.

Disciplinas: Economia brasileira contemporânea ii
Economia brasileira contemporânea iii
Optativa - pol de infraestrutura: o financ, os setores, os contratos: o brasil e a exp internacional
Optativa- políticas de inovação e desenvolvimento tecnológico: o brasil e a experência internacional

Acessar Currículo Lattes

Ulysses de Moraes Neto  

Titulação:

Anos de Casa: 6 anos e 6 meses.

Tempo de Trabalho: 6 anos e 6 meses.

Disciplinas: Economia das finanças internacionais
Optativa - tópicos especiais em macroeconomia
Política e planejamento econômico

Acessar Currículo Lattes

Waldemir Luiz de Quadros  

Titulação:

Anos de Casa: 29 anos e 5 meses.

Tempo de Trabalho: 29 anos e 5 meses.

Disciplinas: Optativa - temas de finanças públicas no brasil - módulo ii
Optativa - visões teóricas de política fiscal - módulo i
Teoria macroeconômica i
Teoria macroeconômica iii

Acessar Currículo Lattes

Laboratórios 
O curso conta com uma estrutura de laboratórios de informática administrada pela Divisão de Tecnologia da Informação (DTI) da PUC-SP. Com um total de 30 laboratórios de informática, divididos entre os campi Marques de Paranaguá (8), Monte Alegre (19) , Santana (2) e Sorocaba (1), todos conectados em rede à uma velocidade de 100Mps.

Esses mais de 1000 computadores integram os cerca de 2300 computadores da grande rede PUCSPNet, totalmente conectada à Internet, onde utilizamos um link principal de acesso com velocidade de 1Gbps.

Contamos ainda com uma política de licenciamento de software através de programas educacionais e parcerias com empresas como IBM (IBM Rational), Microsoft (MSDN Academic Alliance), CorelDraw, Adobe (Flash, Dreamweaver, InDesign, Photoshop, Director),  além de softwares específicos como Vue, Cinema 4D, SPSS, SolidWorks, entre outros.
Avaliação do aluno 
Em cada disciplina ou outro componente curricular previsto no PPC, é atribuída apenas uma nota final resultante do processo de avaliação determinado pelo professor no início do semestre letivo.

A média necessária para a promoção do aluno é 5,0 (cinco).

No processo de avaliação determinado pelo professor ao menos uma das notas deverá ser resultante de uma prova individual feita em sala de aula.

É obrigatório, entretanto, que existam ao menos duas modalidades de avaliação (prova e trabalho, prova e exercício, prova e seminário, entre outras combinações possíveis).
TCC 

No curso de Ciências Econômicas a Monografia, ou Trabalho de Conclusão de Curso – TCC, está alocada na grade horária como qualquer outra disciplina e integra a carga horária total do curso; fato que possibilita ao aluno, nos últimos semestres do curso, se concentrar na sua elaboração e dispor desse tempo. Estão reservados para a elaboração das Monografias quatro semestres, incluindo o semestre dedicado à elaboração do projeto de pesquisa, na disciplina Técnicas de Pesquisa, totalizando 18 créditos, ou 306 horas. Deste total, 8 créditos estão concentrados no oitavo semestre, período que coincide com o mais profundo trabalho de pesquisa.

De acordo com as diretrizes curriculares da área de Economia, a Monografia é obrigatória e deve ocupar, no mínimo, 10% da carga horária do curso ou 306 horas. Antes de iniciar seu projeto de monografia, o aluno deve cursar Técnicas de Pesquisa em Economia, quando é preparado para escolher o tema de seu interesse e elaborar o seu projeto de pesquisa, de acordo com as normas técnicas pertinentes. Definido o tema, o aluno matricula-se com professor especialista na área, que o orienta no desenvolvimento de sua pesquisa. Cada professor orientador acompanha um grupo de, no máximo, 15 (quinze) alunos, constituído em função das áreas de concentração do Departamento de Economia e das especializações dos professores orientadores.

É prática do Departamento de Economia o estímulo para que os alunos realizem a pesquisa da Monografia, assim como de iniciação científica e outros, no interior dos vários grupos de pesquisa existentes no Departamento, da pós-graduação e de outros cursos da PUC.

O propósito da disciplina Monografia I é, em geral, o desenvolvimento do projeto de Monografia, do Sumário e do Capítulo 1, com pesquisa bibliográfica e máxima organicidade no que se refere ao conteúdo da Monografia. Ao final da disciplina Monografia II/III deve ser apresentada a versão preliminar da pesquisa. Ao término da disciplina Monografia IV o texto final da pesquisa deve estar concluído, quando é submetido formalmente a uma banca examinadora composta de três professores do Departamento, presidida pelo professor orientador. A forma final mínima que a pesquisa da monografia deverá assumir, segundo as Diretrizes Curriculares, é de um artigo passível de ser aceito para publicação, em revista especializada, respeitados os padrões técnicos dessas publicações. A média final mínima, para aprovação da Monografia, é 7,0 (sete) e apenas as que alcançarem média final igual ou superior a 9,0 (nove) deverão ser tombadas na biblioteca central da PUC-SP.
 

Atividades de formação 

As Atividades constituem estudos e atividades que não se confundem com aulas, nem com o estágio curricular supervisionado; por isso, devem ser desenvolvidas e computadas fora da grade horária. A finalidade é contemplar práticas e estudos independentes derivados dos interesses acadêmico e profissional do formando. No curso estão previstas a realização de, no mínimo, 450 horas de Atividades Complementares, correspondendo a 3% da carga horária do curso. Estas atividades deverão ser desenvolvidas pelos alunos, ao longo do curso, que estarão impedidos de obter a diplomação sem o cumprimento total destas horas.

No caso das Atividades Complementares serem desenvolvidas individualmente, devem manter afinidade com o curso, e para que não desvirtuem os seus objetivos originais devem consistir de monitoria; iniciação científica; conhecimentos e competências adquiridos fora do ambiente escolar, entre outros, desde que devidamente aprovados pelo Coordenador de Curso.

As Atividades Complementares também podem ser desenvolvidas associadas ao ensino por meio de intercâmbio com universidades conveniadas no exterior; disciplinas ou estudos desenvolvidos em cursos seqüenciais ou de graduação, reconhecidos, localizados dentro e fora da PUC-SP.

Igualmente, podem ser desenvolvidas associadas à pesquisa, como a participação em grupos de pesquisa do Departamento de Economia, de outros cursos de graduação e da pós-graduação; participação e exposição de trabalhos em seminários, congressos, simpósios e conferências; participação e exposição de trabalhos na Semana da Economia; núcleos de pesquisa; participação no núcleo de Conjuntura Econômica do Departamento; atividades acadêmicas organizadas pela Universidade, entre outras.

As atividades complementares também podem ser associadas à extensão, como participação no Núcleo de Pesquisas em Economia Internacional, do campus de Barueri, que terá como objetivo criar sinergias com a comunidade local, incentivando a participação em atividades econômicas da comunidade, seja para a prestação de serviços públicos, seja para a prestação de serviços em entidades privadas; participação em programas do governo; participação na organização e funcionamento de pequenos empreendimentos, incubadoras, associações civis, cooperativas, estudos in loco de iniciativas econômicas etc.; cursos de extensão, desde que reconhecidos, e aprovados pelo Coordenador de Curso.

Estágio curricular 

De acordo com as Diretrizes Curriculares do curso de Ciências Econômicas, o estágio não é obrigatório, nem integra a carga horária do curso, mas é recomendável como atividade prática para aplicação dos conteúdos aprendidos em sala de aula. O Departamento de Economia tem um Coordenador de Estágios com a função de orientar e garantir o papel complementar ao aprendizado acadêmico que essa atividade possui. Ele é responsável pela orientação dos alunos interessados nessas atividades e pelo auxílio na relação formal com a Coordenadoria Geral de Estágios da Universidade. As atividades exercidas no estágio devem ter ligação com o currículo do curso de Economia e é autorizado a partir do 3º semestre do curso. As solicitações para o exercício desta atividade, antes deste período, serão analisadas caso a caso e, se aprovadas, autorizadas pelo Coordenador de Curso.

Por ser uma atividade complementar às acadêmicas, o Coordenador de Estágios avalia os planos de estágio apresentados pelas empresas interessadas e encaminhados por meio da Coordenadoria Geral de Estágios. A aprovação obedece a critérios relacionados ao próprio aprendizado, tendo em vista que a formação acadêmica é mais ampla e abrangente que as atividades práticas-profissionais. Assim, um estágio é melhor avaliado pelo Coordenador, quanto maior é a sua relação com o aprendizado acadêmico. Por essa razão, não é recomendável o estágio nos três primeiros semestres do curso, dado que ainda o aluno não domina profundamente a teoria econômica a ser aplicada na prática.

Grade Curricular 
Campus Monte Alegre
Selecione o periodo:
Mensalidades 

A Universidade adota o Regime Financeiro semestral ou anual de cobrança, de acordo com o Projeto Pedagógico do curso, sendo a semestralidade ou anuidade paga em até 06 (seis) ou em até 12 (doze) parcelas mensais sucessivas, conforme o caso.
 
O cálculo das mensalidades é feito com base em todas as atividades (disciplinas e outros componentes curriculares) relativas a cada período letivo do curso, de acordo com seu Projeto Pedagógico.

Valor da mensalidade
O Edital de Mensalidades é publicado nos quadros de aviso da Universidade e os valores de cada curso são calculados com base nas atividades pedagógicas previstas.

Aproveitamento de Estudos
O estudante que ingressar através do processo de Transferência ou pelo processo de Portador de Diploma e tiver aproveitamento de estudos e/ou adaptação curricular, realizará a matricula nas atividades pedagógicas de acordo com o plano de estudos elaborado pela coordenação do curso.

Reajustes de mensalidades
Os valores das mensalidades estão sujeitos aos reajustes conforme Contrato de Prestação de Serviços Educacionais.

Data do vencimento
A data de vencimento de cada mensalidade ocorrerá sempre no dia 5 (cinco) de cada mês.

Pagamento
Os pagamentos efetuados até o dia 1º do mês serão - por mera liberalidade - objetos de um desconto por antecipação, conforme discriminado no boleto. Este desconto pode ser suspenso sem prévio aviso.

Reconhecimento 

Reconhecimento Dec. 25.225, de 15/07/1948

Portaria de Renovação de Reconhecimento

Campos Barueri e Monte Alegre: Portaria nº 705 de 18/12/2013 – DOU em 19/12/2013

Duração 
Tempo de integralização: 4,5 anos
Avaliação do curso 
Sistema de Avaliação do PPC:

A autoavaliação do curso tem como propósito o aprimoramento de seu Projeto Pedagógico (PPC).

Trata-se de um processo contínuo que, por meio de diferentes fontes de informação, analisa a coerência e a efetividade entre princípios da proposta pedagógica e sua dinâmica de funcionamento.

Sua realização está a cargo do Núcleo Docente Estruturante (NDE), da Coordenação Didática do Curso, do Conselho de Faculdade e da Câmara de Graduação.

Por meio da autoavaliação, esses colegiados monitoram a implantação do PPC dialogando com as demandas advindas do cotidiano e com as informações construídas por meio de escutas periódicas. Para tanto são utilizados instrumentos específicos:

a) avaliação contínua do aluno;

b) avaliação das condições de ensino (infraestrutura, equipamentos e gestão acadêmico-administrativa);

c) avaliação dos aspectos didático-pedagógicos do corpo docente, realizada por meio da autoavaliação do professor e da docência pelo aluno.

Envolve também diferentes parcerias da universidade que, direta ou indiretamente, contribuem para a qualidade da formação dos alunos, especialmente os departamentos.

Esse processo articula-se internamente à Autoavaliação Institucional, coordenada pela Comissão Própria de Avaliação (CPA), situando o curso no contexto da Universidade e, externamente, com o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES). Essa articulação externa leva em conta os resultados do Enade, as Avaliações in loco e os indicadores de qualidade do MEC, como o Conceito Preliminar de Curso (CPC).
Competência e habilidades 

O curso de Ciências Econômicas, em sintonia com as Diretrizes Curriculares e com os valores e princípios constituintes do Projeto Pedagógico Institucional da PUC-SP, tem por objetivo bacharelar economistas com formação plural, humanista e ética que, dominando os conteúdos teóricos e instrumentais técnicos de sua ciência, sejam aptos a trabalhar nos seus diversos campos de atuação profissional como organizações empresariais produtoras de bens físicos, públicas e privadas; em instituições do sistema bancário, do mercado de capitais e em suas instituições periféricas; em órgãos de pesquisa, públicos e privados; no exercício do magistério em instituições de ensino superior e de nível técnico; na gestão e assessoria de órgãos governamentais federais, estaduais e municipais; empresas de prestação de serviços; na condição de profissional liberal, entre outras tantas atividades.

Para tanto, o curso deve formar economistas com capacidade e aptidão para compreender as questões científicas, técnicas, sociais e políticas relacionadas com a economia; domínio e capacidade para adquirir novos conhecimentos gerados pelas ciências econômicas; flexibilidade intelectual e adaptabilidade, bem como sólida consciência social indispensável ao tratamento de situações político-econômicas e sociais, na sociedade brasileira e na economia mundial. E, por fim, o curso objetiva formar bacharel em Ciências Econômicas com capacidade de tomada de decisões e de resolução de problemas numa realidade diversificada e em constante transformação.

Conforme as Diretrizes Curriculares, o curso de Ciências Econômicas deve possibilitar, ademais, uma formação profissional que objetive:

a) desenvolver raciocínios logicamente consistentes;
b) compreender e elaborar textos, utilizando instrumentais da teoria  econômica;
c) elaborar pareceres, relatórios e trabalhos na área econômica;
d) utilizar adequadamente os conceitos teóricos fundamentais da ciência econômica;
e) utilizar o instrumental econômico para analisar situações históricas concretas;
f) utilizar formulações matemáticas e estatísticas na análise dos fenômenos socioeconômicos; e
g) diferenciar as práticas derivadas das correntes teóricas a partir das distintas políticas econômicas.
 

Áreas de atuação 

No que se refere ao mercado de trabalho, o economista está apto a atuar em:

  • Organizações privadas como: indústrias, bancos
  • Empresas comerciais e de prestação de serviços
  • Em unidades governamentais
  • Em institutos de pesquisa
  • Em atividades de docência
  • Enquanto profissional liberal

 

Vagas turnos e campi 
Histórico 

O curso de Economia da FEA/PUC - SP foi reconhecido pelo Decreto-Lei nº 25.225, de 29 de julho de 1948 e, desde então, passou por diversos processos de reforma de seu currículo.

A partir de 1970, o país passou por transformações econômicas que tiveram repercussão direta na estrutura produtiva, no emprego, na distribuição de renda, no papel do Estado como agente produtor, regulador e fiscalizador, e em inúmeras outras dimensões da vida nacional. Ademais, o Brasil se inseriu no processo de globalização produtiva e financeira disseminado na economia contemporânea, recebendo plenamente as influências positivas e negativas deste processo. E neste cenário de profundas mudanças, o curso de Ciências Econômicas da PUC – SP buscou se adaptar a fim de responder a esses desafios.

Na segunda metade de 1990, o Departamento de Economia promoveu uma mini-reforma curricular que visou, além da atualização das teorias econômicas analisadas no curso, o atendimento às mudanças tecnológicas.

Assim, foi criado um laboratório de informática que possibilitou aos alunos terem aulas na área de métodos quantitativos, utilizando-se de softwares específicos que dêem conta dos avanços tecnológicos e instrumentais técnicos usuais.

Além disso, com o crescimento da rede mundial de computadores, diversos professores do Departamento passaram a utilizar recursos de orientação, distribuição de exercícios e correção de provas à distância, utilizando o portal do Teleduc e do Moodle.

Em 2007, o Departamento de Economia elaborou o novo projeto pedagógico que aprofundou a vocação e aprimorou concepção de que a ciência econômica não é constituída apenas de instrumentais técnicos e de um “pensamento único”, mas um feixe de diferentes correntes da teoria econômica e seus instrumentais.

Esta concepção é o que tem garantido uma "pluralidade" na estrutura curricular do curso, que significa a convivência das diferentes escolas teóricas, não separadas em nichos independentes, mas integradas em um constante debate que visa expor e deixar presente as contradições e a complementaridade entre elas, enriquecendo e aumentando a capacidade de compreensão dos alunos da complexidade da realidade econômica e dos desafios por ela colocados.

O resultado foi que o economista formado pela PUC - SP tem grande acesso ao mercado de trabalho, assim como facilidade na progressão profissional

Objetivos 

O curso de Ciências Econômicas da PUC-SP não se restringe ao ensino de apenas uma escola do pensamento econômico, mas abrange as três grandes vertentes desta ciência:

  • A clássica
  • A neoclássica
  • A keynesiana/pós-keynesiana

A proposta é mostrar a pluralidade das ciências econômicas, as vantagens da mútua complementação e a relação com as demais ciências humanas e exatas. Desta maneira, forma economistas não apenas capacitados para o uso de ferramentas técnicas no exercício profissional, mas também com senso crítico e consciência de cidadania. O curso oferece, ainda, disciplinas optativas que o atualizam frente às demandas do mercado e que podem ser cursadas no próprio Departamento de Economia e em outros cursos da Universidade. O objetivo é permitir a especialização em assuntos de interesse do aluno e experiências interdisciplinares.

Grau 
Bacharelado
Regime de matrícula 
Semestre
Campus 
Campus Perdizes
Modalidade 
Presencial
Coordenação 
  • Coordenador
    Prof. Marcel Guedes Leite 

  • Vice-Coordenadora
    Profa. Mariana Ribeiro Jansen Ferreira

Contato 

Departamento de Economia:
Fone:
3670-8136 / 3670-8250   
E-mail: feaeconomia@pucsp.br

Horário de Funcionamento:

  • das 7:30 às 12:00
  • das 13:00 às 18:00
  • das 19:00 às 22:00 horas.
ID Curso Totvs 
178
ID Filial Totvs 
1
Matriz Curricular 
Última atualização: 23/8/2017

Conecte-se à PUC-SP