Gerontologia

slider

Estarão abertas, no período de 10 a 28 de abril, as inscrições para o processo seletivo...
/assessoria-de-comunicacao-institucional/noticias/posprocesso-seletivo-2o-semestre-2017
http://cogeae.pucsp.br/sites/default/files/sites/default/files/noticia/slide/ban.jpg
De 6/3 a 7/4, estão abertas as inscrições para novos projetos do PIBIC-CNPq, PIBIC-CEPE...
/assessoria-de-comunicacao-institucional/noticias/programa-de-bolsas-de-iniciacao-cientifica
http://cogeae.pucsp.br/sites/default/files/sites/default/files/noticia/slide/pibic-cnpq-template-carrossel-noticias.jpg
Foram prorrogadas até 27/3, às 12 horas, as inscrições aos docentes interessados em...
/assessoria-de-comunicacao-institucional/noticias/pipeq-inscricoes-prorrogadas-ate-273
http://cogeae.pucsp.br/sites/default/files/sites/default/files/noticia/slide/pos-graduacao-pipeq-carrossel-noticia_6.jpg
Corpo Docente 

img_programa_gerontologia.jpg

Docentes Permanentes - Programa de Pós-Graduação em Gerontologia

  •  


    Nome: Beltrina Côrte
    E-mail:beltriolhe@gmail.com  
    Linha de pesquisa: Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais.
    Resumo de currículo: Jornalismo (UNISANTOS), mestre em Planejamento Regional (Universidad Los Andes, Bogotá, Colômbia) e doutorado em Ciências da Comunicação (ECA/USP).

     

    curriculum lattes

  •  


    Nome: Elisabeth F. Mercadante
    E-mail:elisabethmercadante@yahoo.com.br     
    Linha de pesquisa: Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais.
    Resumo de currículo:Ciências Sociais/Antropologia (Universidade Federal do Paraná), mestrado em Antropologia Social (Museu Nacional – UFRJ) e doutorado em Ciências Sociais (PUCSP)

     

    curriculum lattes

  •  


    Nome: Fabio Jorge Renovato França
    E-mail: fjrenovato@pucsp.br
    Linha de pesquisa: Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais.
    Resumo de currículo: Fisioterapia pela Universidade Federal de São Carlos, mestrado em Ciências da Reabilitação pela Universidade de São Paulo e doutorado em Ciências (Fisiopatologia Experimental) pela Universidade de São Paulo.

     

    curriculum lattes

  •  


    Nome: Fernanda Alves da Cruz Gouveia Paulino
    E-mail: fgouveiapaulino@uol.com.br
    Linha de pesquisa: Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais.
    Resumo de currículo: Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e mestrado e doutorado em Psicologia Clínica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

     

    curriculum lattes

  •  


    Nome: Flaminia Manzano Moreira Lodovici
    E-mail: flalodo@terra.com.br
    Linha de pesquisa: Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Resumo de currículo: Doutorado em Linguística, Mestrado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem (PUC-SP) Especialização em Linguística; Especialização em Lingua e Literatura Francesa; Especialização em Teoria da Literatura(UniSantos). Graduação em Letras( UniSantos)

     

    curriculum lattes

  •  


    Nome: Luiz Alberto David Araujo
    Titulação: Livre-Docente em Direito Constitucional pela PUC-SP
    E-mail: ladafmda@pucsp.br
    Linha de pesquisa: Efetividade do Direito Público e Limitações da Intervenção Estatal
    Resumo de currículo: Graduado pela Faculdade de Direito da USP em 1976, Mestre (1989) e Doutor (1992)em Direito Constitucional pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, onde também obteve a sua Livre Docência em Direito Constitucional (2004). É professor Titular de Direito Constitucional da PUC-SP, onde leciona da Graduação e Pós-Graduação. É Coordenador e docente do Curso de Pós-Graduação da Instituição Toledo de Ensino-ITE (Mestrado e Doutorado), em Bauru, Estado de São Paulo. É Procurador Regional da República aposentado. Produção principal: tutela das minorias e dos grupos vulneráveis, com foco nas pessoas com deficiência e nas questões de gênero.

     

    curriculum lattes

  •  


    Nome: Maria Helena V. Boas Concone
    E-mail: trcconcone@yahoo.com.br
    Linha de pesquisa: Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Resumo de currículo: Ciências Sociais (USP), mestrado e doutorado em Ciências Sociais/Antropologia (PUCSP) e Pós doc. na PUCSP.

     

    curriculum lattes

  •  


    Nome: Nadia Dumara R. Silveira
    E-mail: ndrs@pucsp.br 
    Linha de pesquisa: Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Resumo de currículo: Pedagogia (PUCSP), mestrado em Ciências Sociais (PUCSP) e doutorado em Ciências Sociais (USP).

     

    curriculum lattes

  •  


    Nome: Paulo Renato Canineu
    E-mail: canineu@splicenet.com.br    
    Linha de pesquisa: Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Resumo de currículo: Medicina (PUCSP), mestre em Geriatria (PUCRS) e doutor em Educação-Gerontologia (Unicamp).

     

    curriculum lattes

  •  


    Nome: Ruth G. da Costa Lopes 
    E-mail: ruthgclopes@uol.com.br 
    Linha de pesquisa: Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Resumo de currículo: Psicologia (PUCSP), mestrado em Psicologia Social (PUCSP) e doutorado em Saúde Pública (USP)

     

    curriculum lattes

  •  


    Nome: Salma Tannus Muchail
    E-mail: salma@pucsp.br  
    Linha de pesquisa: Gerontologia: Teorias e Métodos
    Resumo de currículo: Filosofia, mestrado e doutorado na Universidade Católica de Louvain, mestrado em Filosofia na Universidade Católica de Campinas e segundo doutorado em Filosofia na PUCSP.

     

    curriculum lattes

  •  


    Nome: Silvana Tótora
    E-mail:stotora@uol.com.br  
    Linha de pesquisa: Gerontologia: Teorias e Métodos  
    Resumo de currículo: Ciências Sociais (PUCSP), mestrado e doutorado em Ciências Sociais/Política (PUCSP).

     

    curriculum lattes

  •  


    Nome: Suzana Carielo da Fonseca
    E-mail:scfonseca@pucsp.br
    Linha de pesquisa: Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Resumo de currículo: Fonoaudióloga. Mestre e Doutora em Lingüística Aplicada e Estudos da Linguagem pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Profissional responsável pelo Centro de Atendimento a Afásicos (CAAf) da Divisão de Ensino e Reabilitação dos Distúrbios da Comunicação (DERDIC-PUC/SP). Líder do Grupo de Pesquisa (CNPq) "A Fragilização da Velhice e o Exercício Clínico no Campo da Gerontologia".  S

     

    curriculum lattes

  •  


    Nome: Vera Lúcia V. Almeida
    E-mail:vlvalsecchi@uol.com.br
    Linha de pesquisa: Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Resumo de currículo: Ciências Sociais/Antropologia (PUCSP), mestrado e doutorado em Ciências Sociais/Antropologia (PUCSP). Área: Ciências Humanas

     

    curriculum lattes

Docentes Colaboradores - Programa de Pós-Graduação em Gerontologia

Apresentação 

img_programa_gerontologia.jpg

Embora o processo de envelhecimento populacional venha ocorrendo há tempos, o reconhecimento acadêmico da Gerontologia como área de conhecimento é ainda recente. Diferentes autores têm feito referência à juventude da nova ciência, localizando, entretanto, seu nascimento no fim da década de 1940.

Desde então esse campo interdisciplinar vem se consolidando e a criação de cursos - como o Programa de Estudos de Pós-Graduados em Gerontologia/Mestrado da PUC-SP – tem contribuído para sistematização científica do conhecimento construído sobre esse tema.

 A Gerontologia estuda o envelhecimento humano levando em conta não apenas o efeito desse processo sobre os sujeitos, como também sobre os contextos sociais nos quais eles se encontram e estão inseridos. Atualmente, perspectivas interdisciplinares têm constituído a base para o desenvolvimento desse campo de saber. Isso significa que, do ponto de vista teórico-metodológico, o entendimento da velhice e do processo de envelhecimento tem com ponto de apoio “colocar em diálogo” óticas instauradas em diferentes disciplinas. Isso significa que forças conceituais de áreas diversas mobilizam a investigação que entrelaça, de modo complexo, as várias dimensões da existência humana (biológica, psicológica e sociocultural).

O Programa se abre para o debate, entendendo que é no lócus sociocultural que as etapas da vida são significadas, influenciando percepções e comportamentos. Portanto, a reflexão que fundamenta a formação dos alunos parte da assunção da dupla natureza do corpo humano: ao mesmo tempo natural e cultural. Não sem razão, ênfase é dada ao caráter dinâmico e recíproco da relação entre o biológico, o psicológico e o sociocultural. Procura-se, assim, dar maior consistência à tese de que não somos apenas Cronos; somos também Kairós.

O problema atual da longevidade humana é, então, abordado pela via do reconhecimento de que velhos são sujeitos com possibilidades de subverter e transformar valores e modos de vida que, social e culturalmente, lhes são impostos. Tal perspectiva recusa a representação reducionista de que velhice seja sinônimo de doença e inatividade (condições que oneram o Estado, a Família e a Sociedade). O que ganha destaque é o fato de que envelhecer, do ponto de vista biológico, é um fenômeno que afeta todos os seres e, do ponto de vista sociocultural e subjetivo,que ele é igualmentemarcado por diversidade e singularidade. Se não é lícito reduzir a velhice a uma condição patológica; é preciso problematizar a relação normal/patológico no âmbito do processo de envelhecimento, bem como a relatividade sociocultural do conceito de saúde e das políticas de intervenção públicase/ou privadas. Assume-se, assim, que a distribuição por faixas etárias da incidência de doenças e mortalidade reflete a importância que uma sociedade dá (ou não) ao prolongamento da vida.

Nessa perspectiva, o objetivo do Programa é formar pesquisadores, docentes e profissionais com perfil inovador. Para tanto, elegeu a Gerontologia Social como sua área de concentração e adotou o Estado, a Comunidade e Família como eixo norteador das suas disciplinas, linhas e grupos de pesquisa. Responder ao “como” e ao “por que” dos fenômenos relativos ao envelhecimento e à velhice (no Brasil e no mundo) e às suas consequências, do ponto de vista coletivo (social) e subjetivo é tarefa cuja investigação está longe de ter sido esgotada. O passo explicativo suscitado pelas questões que movimentam o campo da Gerontologia requer, portanto, contínua teorização; teorização que dê conta, ao mesmo tempo, do geral/universal e do particular/singular.No interior dessa tendência marcante, o Programa não se esquiva de reflexões que articulam, ao mesmo tempo, o amplo contexto social, político, cultural, de saúde e econômico com os contextos familiares e as diferentes condições subjetivas. Se isso envolve analisar criticamente de que modo, do ponto de vista macro estrutural, recursos de toda natureza são alocados para dar suporte ao envelhecimento populacional, envolve considerar também de que modo os indivíduos se posicionam nestes diferentes contextos e frente a eles. Esses desafios são plenamente assumidos pelo Programa.

Breve apresentação 

Embora o processo de envelhecimento populacional venha ocorrendo há tempos, o reconhecimento acadêmico da Gerontologia como área de conhecimento é ainda recente. Diferentes autores têm feito referência à juventude da nova ciência, localizando, entretanto, seu nascimento no fim da década de 1940.

Desde então esse campo interdisciplinar vem se consolidando e a criação de cursos - como o Programa de Estudos de Pós-Graduados em Gerontologia/Mestrado da PUC-SP – tem contribuído para sistematização científica do conhecimento construído sobre esse tema.

 A Gerontologia estuda o envelhecimento humano levando em conta não apenas o efeito desse processo sobre os sujeitos, como também sobre os contextos sociais nos quais eles se encontram e estão inseridos. Atualmente, perspectivas interdisciplinares têm constituído a base para o desenvolvimento desse campo...

  saiba mais

Linhas de pesquisa 

Área de Concentração do Programa:

  1. Gerontologia Social

Linhas de pesquisa:

  1. Gerontologia: Teorias e métodos
  2. Gerontologia: Processos Político-Institucionais e Práticas Sociais

  saiba mais

Nível 
Duração 
18 meses (min.) e 24 meses (max.)
Campus 
Campus Perdizes
Situação 
Matrículas encerradas
História 

img_programa_gerontologia.jpg

Desde 1986, questões relativas ao processo de envelhecimento e à velhice já vinham sendo discutida na PUC/SP, especialmente pelo Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social.  À época,um grupo de professores e alunos de diversos Programas de Pós-Graduação, integrou a pesquisa internacional da United Nations University (UNU/Tóquio) - O Idoso e seu sistema de apoio - que, no Brasil, teve como subtema: “O idoso e o seu sistema de apoio: estudo da situação do idoso do Distrito da Lapa no Município de São Paulo”. O objetivo da investigação era obter o perfil da população idosa emapear os recursos existentes para o atendimento dos idosos de uma região da cidade de São Paulo. O conhecimento da autopercepção do velho, de suas condições de vida, aspirações e necessidades era a meta a ser alcançada. A pesquisa ocorreu no período compreendido entre 1986 e 1988, tendo sido realizada simultaneamente no Brasil, Coréia do Sul, Egito, Índia, Cingapura, Tailândia e Zimbábue.

A formação dos pesquisadores para realizar a referida investigação, somada à experiência coletiva, de caráter interinstitucional e internacional, foram fundamentais para a constituição de um grupo de professores e alunos interessados no tema do envelhecimento: o Núcleo de Estudo e Pesquisa do Envelhecimento (NEPE). Portanto, sua origem esteve relacionada intrinsecamente à produção científica e acadêmica. Vale dizer que foram incorporados ao NEPE professores de diferentes áreas disciplinares da Universidade, parte dos quais se encontram atualmente vinculados ao quadro do Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia. Dessa produção, que já sinalizava para a necessidade de estudos voltados para a temática do envelhecimento, resultou o estabelecimento de novas relações interinstitucionais e parcerias, o que reforçou a concepção da Gerontologia como campo de saber interdisciplinar e em permanente construção.

A origem do Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia/Mestrado da PUC/SP está, portanto, vinculada ao NEPE, criado em 1988. Nove anos depois, sua produção de conhecimento sobre o processo de envelhecimento e a velhice levou ao reconhecimento da necessidade de formalizar um Programa de Estudos Pós-Graduados na área da Gerontologia. Assim, em agosto de 1997, as atividades do Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia/Mestrado, da PUC/SP, foram iniciadas. As primeiras dissertações foram defendidas no segundo semestre de 2000, logo após sua recomendação pela CAPES (portaria nº 966, de 13/07/2000).

O protagonismo do Programa não se restringe apenas ao fato de ter dado reconhecimento à complexidade do objeto de estudo da Gerontologia (e, consequentemente, da exigência de abordá-lo numa perspectiva interdisciplinar), mas tambémde se apresentar como o programa brasileiro de pós-graduação strictu sensu cuja área de concentração é a Gerontologia Social. Do ponto de vista institucional, esse compromisso se fortaleceu ainda mais quando o Programa foi alocado, em 2009, na Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde (FACHS). Cabe esclarecer que seus docentes pertencem a diversos departamentos e Faculdades da Universidade, tais como: Ciências Sociais, Filosofia, Comunicação Letras e Artes, Educação, Ciências Médicas e da Saúde, Ciências Humanas e da Saúde, favorecendo a promoção de atividades conjuntas, interdepartamentais.

Desde sua implantação,o Programa tem contribuído, concretamente e de forma relevante, para o desenvolvimento dos estudos gerontológicos no Brasil, contando com 286 dissertações defendidas até junho de 2012, além de inúmeros trabalhos apresentados em eventos científicos (nacionais e internacionais) e publicados (em anais, livros e periódicos). Parte significativa de egressos continuou acarreira acadêmica através de doutorados e/ou se tornando docentes e pesquisadores em várias Universidades do País, o que mostra o efeito multiplicador de sua proposta interdisciplinar.

Regulamento 

img_programa_gerontologia.jpg

Clique aqui para visualizar o regulamento do Programa.

Corpo Discente 

img_programa_gerontologia.jpg

  •  


    Nome:Adriana Araújo Reis
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Elisabeth Frohlich Mercadante

  •  


    Nome: Aide Angélica de Oliveira
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Vera Lúcia Valsechi de Almeida

  •  


    Nome: Ana Maria Tabet de Oliveira
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador:Silvana Maria Corrêa Tótora

  •  


    Nome: Ana Paula Leal Loureiro da Silva
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Beltrina da Purificação da Côrte Pereira

  •  


    Nome: Ana Teresa Ramos Ferreira
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Ruth Gelehrter da Costa Lopes

  •  


    Nome: Anderson Pedroso Barbosa
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Maria Helena Villas Boas Concone

  •  


    Nome: André de Castro Batista
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Nadia Dumara Ruiz Silveira

  •  


    Nome: Andrea Aparecida de Castro Couto
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Maria Helena Villas Boas Concone

  •  


    Nome: Camile Biscola do Vale
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Nadia Dumara Ruiz Silveira

  •  


    Nome: Carolina Morais Miranda
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Vera Lúcia Valsechi de Almeida
     

  •  


    Nome: Charles Catri Pinheiro
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Suzana Carielo da Fonseca

  •  


    Nome: Cleber Kimura
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Beltrina da Purificação da Côrte Pereira

  •  


    Nome: Cristiane Peixoto de Carvalho
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Salma Tannus Muchail

  •  


    Nome: Dayane Barros Esteves
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Nadia Dumara Ruiz Silveira

  •  


    Nome: Denise Salvador Morante Mazzaferro
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Ruth Gelehrter da Costa Lopes

  •  


    Nome: Ermelinda Maria Bueno
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Paulo Renato Canineu

  •  


    Nome: Flávia Settanni Pinto Gonçalves
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Beltrina da Purificação da Côrte Pereira
     

  •  


    Nome: Francisca Maria Dias Albuquerque
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Beltrina da Purificação da Côrte Pereira

  •  


    Nome: Geisa Maria Emília Lima Moreira
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Nadia Dumara Ruiz Silveira

  •  


    Nome: Gustavo de Almeida Herrera
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Paulo Renato Canineu

  •  


    Nome: :Jailson de Castro Freitas
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Elisabeth Frohlich Mercadante

  •  


    Nome: Joelma Higa
    Linha de pesquisa:Envelhecimento: A Investigação e os Programas da Saúde Pública
    Orientador: Ursula Margarida Karsch

  •  


    Nome:José Ivanildo Ferreira dos Santos
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Vera Lúcia Valsechi de Almeida

  •  


    Nome: Joseilda do Nascimento Bezerra
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Paulo Renato Canineu

  •  


    Nome: Karen Harari
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Ruth Gelehrter da Costa Lopes

  •  


    Nome: Luciana Mesquita
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Nadia Dumara Ruiz Silveira

  •  


    Nome: Mariana Yoshida
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Vera Lúcia Valsechi de Almeida

  •  


    Nome: Patrícia Cardoso Pinheiro
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Flaminia Manzano Moreira Lodovici

  •  


    Nome:Rosalina Rosana do Vale
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Ruth Gelehrter da Costa Lopes

  •  


    Nome:Rosângela Rahal Polati
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador:Beltrina da Purificação da Côrte Pereira

  •  


    Nome: Simone de Jesus Oliveira
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Vera Lúcia Valsechi de Almeida

  •  


    Nome: Sônia Maria Pereira Ribeiro
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Elisabeth Frohlich Mercadante

  •  


    Nome: Suhaila Ahmad Harati das Neves
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Suzana Carielo da Fonseca

  •  


    Nome: Teresa Christina da Cruz Bezerra de Sena
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Beltrina da Purificação da Côrte Pereira

  •  


    Nome: Teresa de Jesus Turiani Oliveira
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Suzana Carielo da Fonseca

  •  


    Nome: Thaise Chaves de Arruda
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Ruth Gelehrter da Costa Lopes

  •  


    Nome: Vilma Machado de Sousa
    Linha de pesquisa:Gerontologia: Teorias e Métodos; Gerontologia: Processos Políticos, Processos Institucionais e Práticas Sociais
    Orientador: Nadia Dumara Ruiz da Silveira

 

Áreas de concentração e linhas de pesquisa 

img_programa_gerontologia.jpg

Área de Concentração

  •  

    Gerontologia Social

    Assume-se que o sócio cultural é uma dimensão fundamental na determinação do processo de envelhecimento subjetivo e populacional. Por isso, as investigações realizadas no âmbito do Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia da PUC-SP têm como eixo norteador “Estado, Comunidade e Família”.

Linhas de Pesquisa:

  •  

    Gerontologia: Teorias e métodos

    Investiga os fundamentos teórico-metodológicos das dimensões da Gerontologia como área de saber. Pesquisa as múltiplas formas do envelhecimento e da velhice, na interface entre saberes e mitos constituídos, bem como dos saberes e significados que se lhe atribuem os próprios idosos, sujeitos coletivos de novos processos sociais.

  •  

    Gerontologia: Processos Político-Institucionais e Práticas Sociais

    Investiga as políticas sociais, as organizações da sociedade civil, as práticas sociais e institucionais orientadas para o segmento populacional de mais de 60 anos, assim como mapeia, identifica e analisa serviços e espaços utilizados pelos idosos.

Mestrado 

img_programa_gerontologia.jpg

 

Exame de Qualificação

O aluno é avaliado por uma banca composta por dois professores (um externo e outro interno à PUCSP), que julgam os seguintes itens:

  1. Memorial;
  2. Projeto de Pesquisa;
  3. Curriculum Lattes.

O exame de qualificação deve acontecer até, no máximo,  três meses antes do depósito dos volumes para defesa.

Entrega dos Volumes e Banca de Defesa

Para a defesa se exige, do aluno, que tenha sido aprovado no exame de qualificação e concluído, no mínimo 18 e, no máximo, 24 créditos em disciplinas (06 a 08 disciplinas). Ele deve cumprir ainda 06 créditos em atividades programadas (sendo 03 créditos de participação no NEPE e 03 com publicação de artigos e/ou apresentação de trabalhos em eventos científicos), além de mais 06 créditos em orientação da dissertação. Para fazer jus ao título de mestre o aluno do Programa precisa, portanto e respeitando essa distribuição, integralizar um total de 30 créditos. É preciso, ainda, que tenha realizado e sido aprovado em Exame de Proficiência em Língua Estrangeira (exame que acontece duas vezes por ano: em maio e em outubro). Do mesmo modo que no exame de qualificação, a banca de defesa deverá ser composta por dois professores doutores (um interno e outro externo à PUCSP).

Disciplinas 

img_programa_gerontologia.jpg

Para visualizar o ementário do ano 2016, clique aqui.

1º Semestre de 2016

  •  

    NEPE- NÚCLEO DE ESTUDO E PESQUISA DO ENVELHECIMENTO

    Docente: Profa. Dra. Beltrina Corte
    Horário: 4ª Feira - das 8h00 as 12h00 - PUCSP
    Créditos: 01 a cada semestre (disciplina do 1º e 2º semestre)

  •  

    ASPECTOS MÉDICOS DO ENVELHECIMENTO

    Docente: Prof. Dr. Paulo Renato Canineu
    Horário: 5ª Feira - das 8h00 as 11h00 - PUCSP
    Créditos: 03

  •  

    ENVELHECIMENTO: A INVESTIGAÇÃO E OS PROGRAMAS DE SAÚDE PÚBLICA

    Docente: Suzana Carielo da Fonseca
    Horário: 5ª Feira - das 12h45 as 15h45 - PUCSP
    Créditos: 03

  •  

    TEMPORALIDADE E FINITUDE

    Docente: Profa. Dra. Salma Muchail Tannus
    Horário: 5ª Feira – das 16h00 as 19h00
    Créditos: 03

  •  

    LONGEVIDADE, EDUCAÇÃO E CIDADANIA

    Docente: Profa. Dra. Nadia Dumara Ruiz Silveira
    Horário: 6ª Feira - das 8h00 as 11h00 - PUCSP
    Créditos: 03

  •  

    A PROBLEMÁTICA GERACIONAL

    Docente: Profa. Dra. Flamínia Lodouci
    Horário: 6ª Feira - das 12h45 as 15h45 - PUCSP
    Créditos: 03

  •  

    ENVELHECIMENTO: CULTURA E SAUDE

    Docente: Profa. Dra. Maria Helena Villas Boas Concone
    Horário: 6ª Feira - das 16h00 as 19h00 PUCSP
    Créditos: 03

  •  

    ENVELHECIMENTO: SEMINÁRIO DE TEMAS EMERGENTES

    Docente: Profa. Dra. Beltrina Corte
    Horário: 4ª Feira - das 14h00 as 16h00 PUCSP
    Créditos: 03

2º Semestre de 2016

  •  

    NEPE- NÚCLEO DE ESTUDO E PESQUISA DO ENVELHECIMENTO

    Docente: Profa. Dra. Beltrina Corte
    Horário: 4ª Feira - das 8h00 as 12h00 - PUCSP
    Créditos: 01 a cada semestre (disciplina do 1º e 2º semestre)

  •  

    SEMINÁRIO O ESTADO E O ENVELHECIMENTO

    Docente: Prof. Dr. Luiz Alberto David de Araujo
    Horário: 5º Feira - das 8h00 as 11h00
    Créditos: 03

  •  

    SEMINÁRIO: A FAMÍLIA E O IDOSO

    Docente: Profa. Dra. Ruth G. da Costa Lopes
    Horário: 6º Feira - das 08h00 as 11h00 - PUCSP
    Créditos: 03

  •  

    SEMINÁRIO A COMUNIDADE E OS VELHOS

    Docente: Profa. Dra. Elisabeth F. Mercadante
    Horário: 5ª Feira - das 16h00 as 19h00 - PUCSP
    Créditos: 03

  •  

    SEMINARIO DE TEMAS EMERGENTES: GERONTOLOGIA CLINICA

    Docente: Fabio Jorge Renovato França
    Horário: 4ª Feira - das 16h00 as 19h00 - PUCSP
    Créditos: 03

  •  

    SAUDE, ENVELHECIMENTO E LINGUAGEM

    Docente: Profa. Dra. Suzana Carielo da Fonseca
    Horário: 6ª Feira - das 12h45 as 15h45
    Créditos: 03

  •  

    METODOLOGIA DE PESQUISA

    Docente: Profa. Dra. Beltrina Côrte
    Horário: 5ª Feira - das 19h00 as 22h00 - PUCSP
    Créditos: 03

  •  

    DEMOCRATIZAÇÃO ESTÉTICA DA EXISTÊNCIA E A MODERNIDADE

    Docente: Profa. Dra. Silvana Maria Correa Tótora
    Horário: 6ª Feira - das 16h00 as 19h00 - PUCSP
    Créditos: 03

  •  

    SEMINARIO DE TEMAS EMERGENTES: PROJETOS SOCIAIS E INTERVENÇÕES
    NA COMUNIDADE COM FOCO NO ENVELHECIMENTO

    Docente: Fernanda Gouveia Paulino
    Horário: 5ª Feira - das 13h45 as 15h45 - PUCSP
    Créditos: 03

Doutorado 

img_programa_gerontologia.jpg

 

 

 

Grupos de pesquisa certificados pelo CNPq 

img_programa_gerontologia.jpg

  •  

    Envelhecimento, Espaços de Moradia e Políticas Públicas.

    Desde 2002 o Programa de Gerontologia da PUC passou a desenvolver um trabalho de pesquisa que diz respeito à questão da moradia para o segmento idoso. Este grupo desenvolve estudos sobre Instituições de Longa  Permanência, Casa Lar, República e Casa  de Repouso. O objetivo é entender como ocorrem as relações internas, e os sentimentos envolvendo os indivíduos moradores desses espaços físicos e sociais.

    Link para o site: http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=0071610LSLVCFD

    Professor Responsável: Prof.ª Dra. Elisabeth Frohlich Mercadante

  •  

    Educação, Longevidade e Qualidade de Vida.

    As pesquisas realizadas pelo grupo têm como objetivo central, refletir sobre o sentido da existência humana e os espaços de convivência, de modo a ampliar e aprofundar o conceito de educação, na sua relação com o processo de envelhecimento e qualidade de vida. Pretende-se identificar diferentes práticas formais e não-formais de educação, caracterizando as atividades sócio-educativas, realizadas com adultos e pessoas idosas.

    Link para o site: http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=0071610LVX6SZP

    Professor Responsável: Prof.ª Dra. NadiaDumara Ruiz Silveira

  •  

    Saúde, Cultura e Envelhecimento.

    Este Grupo de Pesquisa envolve docentes e discentes de dois Programas de Pós-Graduação e postula uma abordagem pluri-disciplinar dos fenômenos que envolvem valores e representações culturais, arranjos sociais, saúde/doença e envelhecimento. Aos trabalhoscorrespondem linhas que enfatizam diferentemente cada um dos elementos da tríade Saúde, Cultura e Envelhecimento.

    Link para o site: http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=0071610LA3UHTK

    Professores Responsáveis:Prof.ª Dra. Maria Helena Villas Boas Conconee Prof.ª Dra.Ruth Gelehrter da Costa Lopes.

  •  

    Núcleo de Estudo e Pesquisa do Envelhecimento – NEPE.

    Foi a partir das pesquisas realizadas no âmbito do NEPE que se originou o Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia. Grupo de pesquisa multi e interdisciplinar que atua na pesquisa, no ensino e na extensão. Enquanto atividade de pesquisa o NEPE reflete sobre a complexidade do processo de envelhecimento e sobre a velhice. Enquanto atividade de ensino, oferece cursos de Especialização em Gerontologia. Enquanto atividade de extensão, abre espaço da universidade à comunidade para atualização, troca e participação na construção de conhecimentos e saberes. Alocado no NEPE, encontra-se o Grupo de Estudos da Memória – GEM.

    Link para o site: http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=0071610RCDR2MS

    Professor Responsável: Prof.ª Dra. Ruth Gelehrter da Costa Lopes

  •  

    A Fragilização da Velhice e o Exercício Clínico no Campo da Gerontologia.

    Foco do Grupo: investigar a polaridade saúde/doença no campo dos estudos gerontológicos. Objetivos: (1) explorar uma perspectiva interdisciplinar da velhice e do processo de envelhecimento, assumindo a reciprocidade dinâmica entre o bio/psico/social; (2) identificar critérios na distinção saúde x doença, tendo em vista o processo histórico da longevidade; (3) contribuir parafundamentaruma gerontologia clínica afetada pela Gerontologia Social.

    Link para o site: http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=0071407U3FPW5H

    Professor Responsável: Prof.ª Dra. Suzana Carielo da Fonseca

  •  

    Longevidade, Envelhecimento e Comunicação – LEC.

    Na sociedade contemporânea, a mídia ocupa o papel central na vida de muitas pessoas, e a comunicação está legitimando discursos, comportamentos e ações. A mídia veicula certas representações dos velhos, da velhice e do envelhecimento, e exerce a função de ponto de referência.O "lócus" deste Grupo de Pesquisa é a comunicação e divulgação científica, tendo como tema de investigação a cobertura e monitoramento da mídia, entendendo-a como produto e produtor sociocultural, que acaba refletindo sobre o processo de envelhecimento e a longevidade humana. Objetivos: a) análise das construções midiáticas sobre a velhice e suas tendências; b) levantar os aspectos da saúde-doença no envelhecimento mais destacados tanto nos veículos de comunicação de massa quanto nos de divulgação científica; c) monitoramento da velhice e envelhecimento humano e suas representações; e d) promover a divulgação de artigos críticos em espaços de divulgaçãocientífica, criando ou reciclando ideias e conceitos, acerca do longeviver.

    Link para o site: http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=0071610X8PRE0V

    Professor Responsável: Prof.ª Dra. Beltrina da Purificação da Côrte Pereira

  •  

    Contemporaneidade e Velhice:espaço urbano, identidade e memória.

    É no contexto da Sociedade Modernaetendo como eixo a articulação tempo-espaço que são desenvolvidas as investigações deste grupo de pesquisa. Objetivos: a) identificar questões relacionadas ao envelhecimento populacional nos espaços das grandes cidades; b) construir e manter atualizado um Banco de Dados do Perfil dos Idosos Brasileiros; c) subsidiar projetos de pesquisa; d) promover debates de autores consagrados e de novos referenciais teóricos.

    Link para o site: http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=0071610YFEACHV
     

    Professor Responsável: Prof.ª Dra. Vera Lúcia Valsecchi de Almeida

Centros e Núcleos 

img_programa_gerontologia.jpg

Núcleo de Estudo e Pesquisa do Envelhecimento - NEPE.

Foi a partir das pesquisas realizadas no âmbito do NEPE que se originou o Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia. Grupo de pesquisa multi e interdisciplinar que atua na pesquisa, no ensino e na extensão. Enquanto atividade de pesquisa o NEPE reflete sobre a complexidade do processo de envelhecimento e sobre a velhice. Enquanto atividade de ensino, oferece cursos de Especialização em Gerontologia.

Enquanto atividade de extensão, abre espaço da universidade à comunidade para atualização, troca e participação na construção de conhecimentos e saberes. Alocado no NEPE, encontra-se o Grupo de Estudos da Memória - GEM.

Pesquisas dos Docentes 

img_programa_gerontologia.jpg

Principais informações sobre Projetos de pesquisa de responsabilidade do docente

  •  

    "Quem cuidará de nós em 2030? Prospecção de serviços/cuidados ao idoso"


    Docentes responsáveis: Profas. Dras. Ruth Gelehrter da Costa Lopes, Beltrina da P.daCôrte Pereira, FlamíniaManzano Moreira Lodovici, Maria Helena Vilas Boas Concone

    Financiamento: FAP-DF-PPSUS 193.000.354/2010
  •  

    "Pesquisa sobre a Saúde da Pessoa Idosa: levantamento dos serviços/cuidados dirigidos à pessoa idosa sob o ponto de vista dos gestores de saúde e usuários da rede SUS"


    Docentes responsáveis: Profas. Dras. Ruth Gelehrter da Costa Lopes, Beltrina da P.daCôrte Pereira, FlamíniaManzano Moreira Lodovici, Maria Helena Vilas Boas Concone.

    Financiamento: FAP-DF-PPSUS - FNS 25000191619201025
  •  

    "Invenções da Velhice: os diversos modos de envelhecer"


    Docentes responsáveis: Profas. Dras. Silvana Maria Correia Tótora, Elisabeth Frolich Mercadante e Leila Blas.

    Financiamento: CEPE-PUCSP.
  •  

    Velhice: Frágil(idade)?


    Docente responsável: Profa. Dra. Suzana Carielo da Fonseca
  •  

    "O Envelhecimento Feminino na Metrópole"


    Docentes responsáveis: Prof.ª Dra. Vera Lúcia V. de Almeida e Prof.ªDra. Elisabeth F. Mercadante
  •  

    "Envelhescência, Velhice e Mídia Virtual"


    Docentes responsáveis: Prof.ª Dra. Vera Lúcia V. de Almeida e Prof.ª DraElisabeth F. Mercadante
  •  

    "Envelhecimento, Educação Formal e Não-Formal"


    Docente responsável: Profa. Dra. Nadia Dumara Ruiz Silveira
  •  

    "Envelhecimento e Qualidade de Vida"


    Docente responsável: Profa. Dra. Nádia Dumara Ruiz Silveira
  •  

    "Observatório da Saúde-Doença no Envelhecimento"


    Docente responsável: Profa. Dra. Beltrina da P. da Côrte Pereira
  •  

    "Monitoramento da velhice e envelhecimento humano – Etapa 1. Representações midiáticas da velhice"


    Docente responsável: Profa. Dra. Beltrina da P. da Côrte Pereira
  •  

    "Atendimento terapêutico a idosos em grupo"


    Docente responsável: Profª Dra. Ruth G. da Costa Lopes
  •  

    "Processos de vivências, formação acadêmica e compreensão interdisciplinar sobre envelhecimento"


    Docentes responsáveis: Profas. Dras. NadiaDumara Ruiz Silveira e Flamínia Manzano Moreira Lodovici
  •  

    "Onde vamos morar em 2030?"


    Docente responsável: Profª. Dra. Suzana Aparecida da Rocha Medeiros
  •  

    "Corpo, cultura e envelhecimento"


    Docente responsável: Profª. Dra. Maria Helena Villas Boas Concone
  •  

    "Formação Continuada e Pesquisa – Revisão bibliográfica" (temática Memória e Envelhecimento)


    Docentes responsáveis: Profas. Dras. Ruth G. da Costa Lopes e Beltrina da Purificação da Corte Pereira
  •  

    Alterações Cognitivas e Comportamentais das Demências


    Docente responsável: Prof. Dr. Paulo Renato Canineu
  •  

    "Método Delphi eletrônico para prospecção dos serviços/cuidados necessários ao idoso Quem cuidará de nós em 2030?"


    Docente responsável: Profª Dra. Beltrina da Purificação daCôrte Pereira
Pesquisas Concluídas 

img_programa_gerontologia.jpg

  •  

    "O idoso frágil numa perspectiva interdisciplinar: impasses clínicos e seus desdobramentos teóricos"



    Docentes Responsáveis: Prof.ª Dra. Suzana Carielo da Fonseca e Prof. Dr. Paulo Renato Canineu.
    Financiamento: CEPE-PUCSP
    Ano de Conclusão: 2011
    Resumo: A pesquisa contempla a evolução clínica de um paciente idoso -  acometido por um AVE -, cujo atendimento foi realizado por dois profissionais: uma fonoaudióloga e um médico, ambos atuantes na área da Gerontologia. O estudo/exploração do caso clínico foi motivado por impasses suscitados nos referidos atendimentos, entre os quais, destacam-se questões referentes a uma possível associação entre afasia (muito embora a lesão cerebral esteja localizada no hemisfério direito) e demência. Levando em conta a possível imbricação entre esses quadros clínicos e a especificidade de sua incidência, refletiu-se sobre o processo de envelhecimento e a velhice, colocando ênfase nos efeitos – físico-fisiológicos, linguísticos, subjetivos, cognitivos e sociais – que se desdobraram dessa possível associação. O diálogo teórico entre as áreas da Medicina, da Fonoaudiologia, da Linguística, da Psicanálise e da Gerontologia constituíram o solo a partir do qual a discussão foi encaminhada.  Entendeu-se que essa perspectiva poderia contribuir para maior conhecimento e orientação de casos em que estejam em causa afasias e/ou demências, quadros sintomáticos muito comuns na clínica geriátrico-gerontológica.
    Resultados Obtidos: a realização do trabalho foi de importância fundamental para ambas as clínicas – fonoaudiológica e médica - e para o conjunto das reflexões realizadas na área da Gerontologia. Ele revelou a diversidade de abordagens no tratamento do tema, tanto no campo da Medicina, como no da Fonoaudiologia; mostrou que esses campos realizam aproximações com várias disciplinas – Psicologia, Linguística, Psicanálise – e que, em função da natureza do diálogo que estabelecem, alimentam proposições teóricas e clínicas bastante diversas entre si. Isso permitiu vislumbrar (1) o modo a partir do qual se estruturam e diferenciam as clínicas médica e fonoaudiológica das afasias e, também, (2) o caminho para identificar limites e/ou aberturas na proposição de tratamentos para as demências. A abertura do olhar permitiu superar a visão teórico-clínica antes sustentada pelos pesquisadores, sem perder de vista o que especifica a posição de cada um frente ao paciente. A dialética desse encontro resultou em conclusões propositivas para o atendimento do idoso frágil no campo da Gerontologia.
  •  

    A velhice fragilizada: Diagnóstico, tratamento e prognóstico de afasias e demências



    Docentes Responsáveis: Profas. Dras. Suzana Carielo da Fonseca, Maria Francisca Lier-DeVitto e Juliana Marcolino Galli
    Ano de Conclusão: 2010
    Resumo: Os objetivos deste trabalho envolveram, de um lado, um aprofundamento e deslocamento teórico da discussão sobre a velhice e, de outro, uma exploração dos efeitos terapêuticos do atendimento de idosos. Para encaminhar tal reflexão, afasia e demência foram feitas proposições problemáticas. O que se pretendia era, sem anular a importância da etiologia (lesão cerebral), enfatizar aspectos de natureza linguística e subjetiva numa concepção teoricamente motivada da velhice e do processo de envelhecimento quando nele incide tais quadros patológicos. Nesta pesquisa, portanto, esteve em causa uma discussão que enlaça os fundamentos de uma clínica de linguagem e as questões que envolvem o processo de envelhecimento e a velhice.
    Resultados Obtidos:A análise dos dados relativos aos atendimentos clínicos antes referidos colocou-nos frente a frente com a condição de fragilidade imposta, seja pela incidência da afasia, seja pela incidência de demência no processo de envelhecimento. Impotência, isolamento e dependência ao outro estão intrinsecamente relacionadas à "perda de vez e voz na linguagem" (Fonseca, 2002; Lier-DeVitto, Fonseca & Landi, 2007) que caracteriza, de modos distintos, esses quadros. Principalmente no que se refere à afasia, o que se constatou é que a condição de fragilidade inicial encontra, no acolhimento terapêutico, possibilidade de ser superada porque os sujeitos podem experimentar transformações que, de certa forma, se traduzem em mudança de posição subjetiva. Isso nos mostrou que, quando o foco não é o organismo, a idade não necessariamente implica em declínio. E mais: que o enfrentamento de "perdas" (sejam fisiológicas, sejam subjetivas) que se impõem ao curso vital/existencial depende fundamentalmente de como se está estruturado subjetivamente. É desconcertante, entretanto, o modo como a alienação subjetiva, que marca o processo demencial coloca, muitas vezes, como obstáculo à interpretação da fala de pacientes com Doença de Alzheimer. Isso porque, como constatamos, está em causa um "perder-se na fala e na própria história". A avaliação quanto a eficiência de uma clínica de linguagem, nestes casos, não é conclusiva e necessita de maiores e mais aprofundadas investigações longitudinais.
  •  

    Sistematização das dissertações defendidas no Programa de Gerontologia – PUC-SP: 1997-2003



    Docentes Responsáveis: Profa. Dra. Beltrina da Purificação da Côrte Pereira
    Ano de Conclusão:2005
    Resumo: Para se detectar os indicadores que as produções discentes do Programa de Gerontologia apontam, foi feito um levantamento desde o início das atividades até dezembro de 2003 e foram encontradas 80 dissertações em diversas áreas, as quais como conhecimento produzido sobre o mundo invisível e esquecido do segmento idoso, divulgam formas de intervenção que podem ser modelos inspiradores de caminhos metodológicos, que tanto se carece na Gerontologia. Entre os 80 ex-alunos, 28 (35,00%) embasaram suas pesquisas na linha de pesquisa Gerontologia: teorias e métodos e 52 (65,00%) na linha Gerontologia: envelhecimento – processos políticos e institucionais e práticas sociais. Quando articulados aos grupos de pesquisa do Programa, o maior percentual ficou para o grupo Núcleo de Estudo e Pesquisa do Envelhecimento (Nepe) – 38,75%; seguido do grupo Saúde, Cultura e Envelhecimento – 21,25%; grupo Contemporaneidade e Velhice: espaço urbano, identidade e memória – 17,50%; grupo Envelhecimento, Espaços de Moradia e Políticas Públicas – 12,50%; grupo Educação, Longevidade e Qualidade de Vida – 6,25%; e grupo Longevidade, Envelhecimento e Comunicação (LEC) – 3,75%.
  •  

    Perfil dos alunos do Pós em Gerontologia da PUC-SP



    Docentes Responsáveis: Profa. Dra. Beltrina da Purificação da Côrte Pereira
    Ano de Conclusão:2005
    Resumo: Com o objetivo de se conhecer em uma primeira etapa – 2000 a 2003 - quem são, de onde vêm, o que buscam e o que pesquisam os alunos do Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia, mestrado acadêmico, nos debruçamos nas fichas cadastrais e 166 alunos até 31 de julho de 2003. Resultados: dos 166, 63 (aqueles que obtiveram título de mestre) foram categorizados como ex-alunos e 103 (aqueles regularmente matriculados) como alunos em formação. Verificou-se que entre os ex-alunos e os em formação, foram encontradas 27 profissões das quais se destacam fisioterapeutas, psicólogos, assistentes sociais, enfermeiros, pedagogos e médicos. O maior percentual de alunos é encontrado na faixa etária de 40 a 44 anos.
  •  

    Perfil das produções acadêmicas sobre o envelhecimento produzidas na PUC-SP



    Docentes Responsáveis: Profa. Dra. Beltrina da Purificação da Côrte Pereira
    Ano de Conclusão: 2004
    Resumo: Com o objetivo de identificar o perfil das produções acadêmicas da PUC sobre o envelhecimento, foi feito um levantamento no qual encontramos até 2003 (primeira etapa desta pesquisa) 152 publicações sobre o envelhecimento (dissertações de mestrado, teses de doutorado e de livre docência) produzidas nos diferentes programas de estudos pós-graduados da PUC-SP. Foram selecionadas as bibliotecas existentes nos dois campus universitários da capital, São Paulo (Marquês de Paranaguá e Monte Alegre). A pesquisa foi realizada no catálogo on-line, nos meses de outubro e novembro de 2003. Para a busca, utilizou-se as seguintes palavras-chaves: idoso(s), velho(s), velhice, envelhecimento, terceira idade, maturidade, melhor idade, aposentadoria, aposentado(s) e cuidador(es). Pesquisas que contribuem para a construção de uma nova concepção sobre a velhice e o envelhecimento, como também são fonte para profissionais que lidam com este segmento populacional e, ainda, geradoras de pesquisas e análises das produções e serviços existentes.
  •  

    Perfil das produções acadêmicas sobre o envelhecimento nas instituições de pesquisa da cidade de São Paulo – UNIFESP, USP, PUC, FGV, Mackenzie - 1998-2003



    Docentes Responsáveis: Profa. Dra. Beltrina da Purificação da Côrte Pereira
    Ano de Conclusão: 2004
    Resumo: Esta pesquisa tem como objetivo levantar as produções acadêmicas (dissertações e teses) sobre o envelhecimento, realizadas pelas instituições de pesquisa da cidade de São Paulo. A primeira etapa consistiu no levantamento entre os anos de 1998 a 2003, e foi realizada no período de outubro a novembro de 2003, e seus resultados apresentados na VI Semana de Gerontologia. O levantamento foi realizado no catálogo online das bibliotecas das instituições de pesquisa existentes na capital de São Paulo. Foram encontradas publicações acadêmicas sobre o envelhecimento nas seguintes instituições: Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Universidade de São Paulo (USP), Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Fundação Getúlio Vargas (FVG) e Universidade Presbiteriana Mackenzie (Mackenzie). As seguintes palavras-chave foram utilizadas para a busca: idoso(s), velho(s), velhice, envelhecimento, terceira idade, maturidade, melhor idade, aposentadoria, aposentado(s) e cuidador(es). Foram capturados 222 trabalhos, dos quais 30 (13,51) são teses e 192 (86,49%) dissertações. O maior número de publicações encontra-se na PUC/SP – 117 (52,70%); seguida da USP – 97 (43,69%); UNIFESP – 06 (2,70%); FGV e Mackenzie, ambas com 01 (0,45%).
  •  

    A Cobertura da Imprensa sobre o Envelhecimento



    Docentes Responsáveis: Profa. Dra. Beltrina da Purificação da Côrte Pereira
    Ano de Conclusão: 2009
    Objetivo: Analisar a cobertura da mídia sobre o envelhecimento permite identificar as tendências do jornalismo impresso, de publicações científicas impressas e virtuais. Método: Levantamento de reportagens durante 3 meses consecutivos sobre o envelhecimento em 4 jornais diários com grande circulação no país (O Estado de S. Paulo, Valor Econômico, Jornal da Tarde e Folha de S. Paulo), além de artigos publicados na revista Kairós e matérias divulgadas no web site Portal do Envelhecimento, ambos da PUC-SP.
    Resultados e conclusões: A maioria das 994 notícias relacionadas ao envelhecimento encontradas na grande imprensa reflete as identidades estigmatizadas da velhice, do envelhecimento e da longevidade. Enquanto que uma outra percepção dessa etapa da vida é vista pela academia, através dos 13 números publicados da revista Kairós e de seis meses de implantação do Portal do Envelhecimento, meios que dão voz à palavra dos velhos, direta ou indiretamente. Ambos os espaços de comunicação vêm cumprindo um de seus princípios: o de auxiliar na formação de uma rede de solidariedade entre familiares, gerações, profissionais, órgãos públicos, empresários, pesquisadores e formuladores de políticas públicas e de opinião a partir do momento em que têm como pressuposto que a demografia em mudança exige um público bem informado para que mais gente possa ser atraída e assim ajudar a confrontar a profunda revolução mundial na longevidade. A construção de pontes entre a pesquisa, a divulgação científica e a prática é mais que necessária neste século a fim de que se possa viver um envelhecimento ativo.
  •  

    A cobertura da violência contra idosos na mídia impressa brasileira



    Docentes Responsáveis: Profa. Dra. Beltrina da Purificação da Côrte Pereira
    Ano de Conclusão: 2007
    Resumo: A mesma mídia que explora e reproduz a imagem sensacionalista de algumas formas da velhice, absolutizando a miséria humana e reduzindo a velhice ao abandono e desrespeito por parte da família, Estado e sociedade; também denuncia a violência, mostrando como os idosos podem ser maltratados mesmo sob o teto de famílias de classe média. Resultados: Essa mesma mídia apresenta velhos em anúncios dos mais diversos produtos e serviços, como figurantes e personagens principais, passando de imagem associada à doença a uma velhice positivada. Essas representações midiáticas reforçam a heterogeneidade da velhice. A imagem ou imagens que nos são apresentadas têm uma importância significativa na reprodução/construção da velhice, pois a mídia e seus mais diversos veículos de comunicação representam uma das instituições sociais contemporâneas que pode ser caracterizada como destinadora do discurso sobre o envelhecimento e a longevidade. Uma das instituições fundadoras do espaço social e que nos dá existência na contemporaneidade. Formar uma opinião sobre a velhice é dar sentido às imagens heterogêneas da mídia. Que velhices estamos desenhando?
  •  

    Tecnologia da Aprendizagem Virtual: religando saberes



    Docentes Responsáveis: Profa. Dra. Beltrina da Purificação da Côrte Pereira
    Ano de Conclusão: 2011
    Resumo: Pesquisa sobre o Uso das Tecnologias da Informação e da Comunicação no Brasil,desenvolvida pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil e concluída em 2007, traz dados que mostram um crescimento, na posse de equipamento e no acesso à internet, de 17% e 13%, em 2005; 20% e 15% em 2006 e 24% e 17% em 2007, respectivamente. Entre a maioria dos novos usuários está os idosos, o que nos faz perguntar se essa nova aquisição tecnológica e a aprendizagem de nova linguagem modificaram sua vida. Ambiente Virtual de Aprendizagem trata de um estudo sobre a qualidade de vida e o uso da Internet, realizado pela Universidade Católica Brasileira (UCB/DF)) e Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). A pesquisa avaliou 128 questionários contendo 29 perguntas (fechadas e abertas) aplicadas a pessoas de 60 a 89 anos com experiência no uso da Internet e moradoras das cidades de Brasília e São Paulo. Resultados: Dos entrevistados, 85 mulheres e 43 homens, 95% acessam o computador de suas casas, contra apenas 7 que acessam de Lan House. Do total, 65% estavam entre 60 a 69 anos, 23% na faixa de 70 a 79 anos e 12%, entre 80 a 89 anos. Em relação ao grau de escolaridade, 38% tinham o 2º Grau completo, 32%, superior completo, 13% Pós-Graduação. Apenas 2% tinham pré-primário e 5% primário. Em relação ao estado civil, 48% eram casados, 30% viúvos, 12% separados, 7% solteiros e 3% divorciados. A Maioria vive com a família (esposo(a)) e filhos (26%), só com o cônjuge, 25%. Dos entrevistados, 27% moram sozinhos, 19% com filhos(as) e 3% com outros parentes. Do total de participantes, 86 são provedores da família. Em relação à renda familiar, 39% diz receber de R$ 1.000 a 2000, 31% mais de R$ 4.000 e 23% de R$2.000 a 4000. Apenas 9% respondeu que recebe de R$ 500 a 1000 e 3% menos de R$ 500,00. Dos 128 entrevistados, 29% recebem aposentadoria no valor de R$ 1.000 a 2.000 mensais, 20%, de R$ 500 a 1.000,00 e 18% disseram não receber aposentadoria. As respostas obtidas na primeira etapa da pesquisa nos permitem classificar as mesmas em quatro blocos temáticos: a) Cidadania; b) Interação Social; c) Qualidade de Vida; e d) Produtos e Serviços. Na temática Cidadania (questões 21,22,23,25,27,29), temas como: inclusão e exclusão digital-social; educação continuada; mercado de trabalho; expressão pessoal; necessidades digitais. Em Interação Social (questões 5,9,10,11,16,17,18), temas como: mostrar-se ao outro; relações familiares, amorosas e sociais; lazer; ampliação da sociabilidade. Na temática Qualidade de Vida (envolvendo as questões 2,3,8,12,13,14,15,19), incluem-se temas como: a qualidade de vida propriamente dita e o uso da Internet; mudanças físicas; saúde psicológica; capacidade de aprendizagem; trabalho. Em Produtos e Serviços (questões 1,4,6,7,20,24,26,28), a Internet como ferramenta de busca e utilização de seus recursos; acesso a contas bancárias, compras e cursos.
  •  

    Ética do Envelhecimento



    Docentes Responsáveis: Profa. Dra. Silvana Tótora
    Ano de Conclusão: 2º semestre de 2012
    Resumo: Pesquisar a velhice e o envelhecimento na contemporaneidade das sociedades disciplinar e de controle em que o corpo do velho é alvo de tecnologias de poder. Pensar as possibilidades, na atualidade, de um novo modo de existência individual e coletivo na velhice. Com base nos pensamentos de Nietzsche, Foucault e Deleuze problematizar a velhice e o envelhecimento na perspectiva ético-política - como ética e estética da existência. Explorar a potência política da fabulação literária em escritores que desertam das formas majoritárias e hegemônicas de indivíduos ou coletividades, liberando a vida por toda parte onde ela esteja aprisionada. Com destaque especial, nessa pesquisa, para a poética de Hilda Hilst e Manuel de Barros, especialmente seus escritos na velhice. O problema que orienta a pesquisa é o da potência da velhice como aprendizado singular da vida. Colocar o problema na perspectiva da potência e da singularidade implica resistência ao modelo atual de saúde biológica e de uma "velhice ativa".
  • Desdobramentos do projeto de pesquisa em 2011

     

    Título do Projeto: Invenções da Velhice: os diversos modos de envelhecer
    Início: 2º semestre de 2011
    Financiamento: 10 horas pesquisa CEPE
    Professoras: Silvana Tótora, Leila da Silva Blass (Ciências Sociais) Elisabeth Mercadante

    Este projeto interdepartamental apresenta as contribuições de docentes vinculadas aos Departamentos de Antropologia, Política e Sociologia da Faculdade de Ciências Sociais e dos programas de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia e Ciências Sociais de abordar, da perspectiva de análise interdisciplinar, as invenções da velhice e os diversos modos de envelhecer, na contemporaneidade.

    Partindo da produção discursiva em torno da velhice, individualidade ou população, a pesquisa aqui propõe os seguintes objetivos:1. desvendar imagens históricas e culturalmente elaboradas sobre velhice e os discursos em torno da chamada terceira idade e demais denominações, problematizando a produção e a classificação por faixas etárias e aspectos fisicobiológicos que envolvem os processos de envelhecimento;2. com base no pensamento de Nietzsche, Deleuze e Foucault problematizar a velhice sob a perspectiva éticopolítica. 3. promover uma análise cruzada das representações histórica e culturalmente elaboradas, tendo por referência o ideário de eterna juventude enquanto negação do próprio envelhecer e do reconhecimento da finitude do corpo.4.  suscitarum debate sobre a heterogeneidade e diversidade dos modos de envelhecer e a invenção de percursos singulares que afetam  a velhice.

    Resultados apresentados em artigos em periódicos científicos, capítulo de livro e congressos científicos.

    Capítulo de Livro:

    TÒTORA, Silvana. “Friedrich Nietzsche. A grande política do corpo”. BOGUS, Lúcia; WOLFF, Simone; CHAIA, Vera (orgs). Pensamento e Teoria nas Ciências Sociais. São Paulo, Capes/Educ, 2011. pp. 163-188.

    Artigo:

    1. TÓTORA, Silvana. “Invenções da velhice”. REVISTA PORTAL de divulgação, Nº 15, Out. 2011 – www.portaldoenvelhecimento.org.br/revista/index.php. pp. 11 a 17
    2. TÓTORA, Silvana. “Foucault, Biopolítica e governamentalidade neoliberal”. Revista de Estudos Universitários, V. 37, Nº 02 (2011). Pp. 81-100.
    3. http://periodicos.uniso.br/index.php/reu/issue/view/45/showToc
    4. TÓTORA, Silvana. “Uma existência atravessada pela vida”. Verve nº 21, 2012. 305-316

    Artigo aceito para publicação (Prelo-2012)
    TÓTORA, Silvana. “A poética de Manoel de Barros: Devir criança”. Revista Polichinello.2012

    Apresentação de Trabalho em Congresso:

    TOTORA, Silvana e BLASS, Leila da Silva. Invenções da Velhice. 28ª Reunião Brasileira de Antropologia (ABA), 2 a 06 de julho de 2012. São Paulo, PUCSP. Trabalho apresentado no GT: Cultura, velhice e envelhecimento: olhares cruzados.

    TOTORA, Silvana. Corpo, velhice e sociedade de controle.  GT. 47: Sociologia e Antropologia do Corpo. XI XONGRESSO LUSO-AFRO-BRASILEIRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS – de 07 a 10 de agosto de 2011, Universidade Federal da Bahia, Salvador, Bahia.

    TOTORA, Silvana. Nietzsche: a grande política do corpo. GT. Sociologia das emoções e do corpo. XXVIII CONGRESO ALAS – RECIFE. CONGRESO INTERNACIONAL DE LA ASOCIACIÓN LATINOAMERICANA DE SOCIOLOGIA. Universidade Federal de Pernambuco, 6 a 10 de setembro de 2011. Recife PE.

    Orientação de doutorado:

    TOTORA, Silvana. Orientadora
    Ricardo Niqueti (doutorando). Velhice e a potência dos encontros. PEPG de Ciências Sociais, PUC/SP. Bolsista CNPq, início 2011.

Publicações 

img_programa_gerontologia.jpg

Publicações do triênio 2010-2012

Artigos completos publicados em periódicos

MERCADANTE, E.F.; LODOVICI. Flamínia M.M. Por uma Nova Cultura do Envelhecimento . Revista Kairós Gerontologia,14(1): 01-03, 2011.

MERCADANTE, E.F.; LODOVICI. Flamínia M.M. Apresentação: A questão da família e a velhice. Revista Kairós Gerontologia , v 14(3): 01-13, 2011.

MERCADANTE, E.F.; LODOVICI, Flamínia M.M. A multiplicidade temática dos discursos em Gerontologia. Revista Kairós Gerontologia, v. 14(4): 01-03, 2011.

MERCADANTE, E.F.; LODOVICI, Flamínia M.M. A expressão da eroticidade/sexualidade na velhice. Revista Kairós Gerontologia, v. 14(5): 01-02.

MERCADANTE, E.F.; LODOVICI, Flamínia M.M. Novos temas nos discursos em Gerontologia. Revista Kairós Gerontologia, 14(6): 01-03, 2011.

MERCADANTE, E.F.; ANTUNES, Pedro Paulo Sammarco. Travestis, envelhecimento e velhice. Revista Kairós Gerontologia: 14(5):109-132, 2011.

MERCADANTE, E.F.; LODOVICI. Flamínia M.M. Quando falar é fazer: a performance do idoso na gestão do envelhecimento. Revista Kairós Gerontologia, 13(1): 13-32, 2010.

MERCADANTE, E.F.; LODOVICI. Flamínia M.M. Reconheço-me, logo existo: o idoso no espelho. Revista Kairós Gerontologia, 13(2);: 13-22, 2010.

MERCADANTE, E.F.; DEGANI, Marcia. Os benefícios da música e do canto na maturidade. Revista Kairós Gerontologia, 13(2): 149-166, 2010.

DIAS, M. H. M. S. ; FONSECA, S. C. O atendimento de pacientes com Doença de Alzheimer na Clínica Odontológica: Desafios e Diretrizes. Geriatria & gerontologia, v. 5, p. 34-39, 2011.

DIAS, M. H. M. S. ; FONSECA, S. C. O Atendimento de pacientes com Doença de Alzheimer na clínica odontológica: Desafios e Diretrizes. Revista Portal de Divulgação, v. 13, p. 43-52, 2011.

ALVIM, Isabella Q.; FONSECA, S. C.; Corte, B. A potência tempo-dedesejo, muito além das limitações humanas. Revista Portal de Divulgação, v. 5, p. 6-13, 2010.

CÔRTE, B.; BRANDÃO, Vera A Tordino. Informação: referência para modos de viver? Revista Portal de Divulgação, v. 19, p. 1-4, 2012.

CÔRTE, B. ; MUSSI, L.H.. Alzheimer: Informação, acessibilidade e investigação. Revista Portal de Divulgação, v. 19, p. 59-67, 2012.

CÔRTE, B. ; BRANDÃO, Vera A Tordino . Tecnologias Sociais Inovadoras. Respeito, Cuidado e Solidariedade. Revista Portal de Divulgação, v. 18, p. 01-06, 2012.

CÔRTE, B. . Portal do Envelhecimento: da academia para a sociedade. Revista Portal de Divulgação, v. 18, p. 07-17, 2012.

CÔRTE, B. ; MUSSI, L.H. ; ALBUQUERQUE, F. M. D. . Cenário da longevidade anuncia isolamento e solidão. O que os cadáveres de idosos encontrados estão nos dizendo?. Revista Portal de Divulgação, v. 20, p. 49-58, 2012.

CÔRTE, B. ; BRANDÃO, Vera A Tordino . Entre a exaltação da velhice e o amargo fim. Revista Portal de Divulgação, v. 20, p. 01-05, 2012.

CÔRTE, B. . Portal do Envelhecimento: uma tecnologia social que ultrapassou as fronteiras da universidade. Enlace en Red, v. 20, p. 12-17, 2012.

BRANDÃO, Vera A Tordino ; CÔRTE, B. . As "paisagens" da longevidade. REVISTA PORTAL de Divulgação, v. 9, p. 01-05, 2011.

BRANDÃO, Vera A Tordino ; CÔRTE, B. . Em busca da cultura da longevidade. REVISTA PORTAL de Divulgação, v. 7, p. 1-6, 2011.

BRANDÃO, Vera A Tordino ; CÔRTE, B. . Precisamos de coragem pra viver!. REVISTA PORTAL de Divulgação, v. 6, p. 1-5, 2011.

SILVEIRA, Nádia Dumara Ruiz ; CÔRTE, B. . Vivências singulares na velhice: mídia e educação. REVISTA PORTAL de Divulgação, v. 7, p. 23-27, 2011.

SPADAFORA, S. ; CÔRTE, B. . Asilamento justificado: inclusão de velhos surdos e deficientes auditivos. REVISTA PORTAL de Divulgação, v. 6, p. 32-36, 2011.

CÔRTE, B. ; BRANDÃO, Vera A Tordino . Leis, normas e olhar sensível para nossa longevidade!. REVISTA PORTAL de Divulgação, v. 10, p. 01-05, 2011.

CÔRTE, B. . Portal do Envelhecimento: da academia para a sociedade. Revista Portal de Divulgação, v. 18, p. 07-17, 2012.

CÔRTE, B. ; OLIVEIRA, Bernadete ; ALMEIDA, L.M. ; LOPES, Ruth G Costa . Acolhimento ao Idoso: Uma Reflexão das Contribuições da Psicogerontologia sobre os cuidados desejáveis entre profissionais de saúde e usuários do SUS. REVISTA PORTAL DE Divulgação, v. 17, p. 36-42, 2011.

CÔRTE, B. . La comunicación como un derecho humano y su papel en la longevidad. Oñati Socio-Legal Series - OSLS, v. 1, p. 1-16, 2011.

CÔRTE, B. ; PRUMES, Cristiane Pasqua . Sexualidade e o Portador de deficiência intelecto-motora. Polêm!ca, v. 9, p. 72-78, 2010.

Cristiane Maurici Gomes Marques ; CÔRTE, B. . Quais são as tendências das pesquisas fisiogerontológicas? O caso da PUC/SP. A Terceira Idade, v. 21, p. 20-37, 2010.

CÔRTE, B. ; BRANDÃO, Vera A Tordino . Das construções sociais às reflexões sobre a vida. REVISTA PORTAL de Divulgação, v. 2, p. 1-2, 2010.

CÔRTE, B. ; BRANDÃO, Vera A Tordino . Temos muito que aprender! A viver, longeviver, morrer e transcender!. REVISTA PORTAL de Divulgação, v. 3, p. 1-4, 2010.

WITTER, Daniele Cecília ; CÔRTE, B. . Políticas públicas e longevidade em Itapira/SP. REVISTA PORTAL de Divulgação, v. 3, p. 11-15, 2010.

CÔRTE, B. ; BRANDÃO, Vera A Tordino . É urgente construir uma cultura da longevidade. REVISTA PORTAL De Divulgação, v. 4, p. 1-3, 2010.

CÔRTE, B. ; BRANDÃO, Vera A Tordino . Envelhecimento e Longevidade: Como construir a morada dos desejos?. REVISTA PORTAL De Divulgação, v. 5, p. 1-5, 2010.

CÔRTE, B. ; MUSSI, L.H.. Alzheimer: Informação, acessibilidade e investigação. Revista Portal de Divulgação, v. 19, p. 59-67, 2012.

ALVIM, I.Q. ; FONSECA, S.C. ; CÔRTE, B. . A potência tempo-desejo, muito além das limitações humanas. REVISTA PORTAL De Divulgação, v. 5, p. 6-13, 2010.

CÔRTE, B. ; MUSSI, L.H. . O significado "afetivo" daquilo que chamamos "casa". Uma reflexão através do cinema. Revista Kairós, v. 8, p. 30-40, 2010.

SILVEIRA, Nadia Dumara Ruiz; Colombo, S.V. . Valores Humanos em Educação - A Visão de Gestores Educacionais de Escolas Públicas. Cadernos ANPAE, v. 1, p. S612p, 2011.

LODOVICI, F.M.M. ; SILVEIRA, Nadia Dumara Ruiz . Interdisciplinaridade: desafios na construção do conhecimento gerontológico. Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento, v. 16, p. 01-20, 2011.

SANTOS, D. F. ; SILVEIRA, Nadia Dumara Ruiz . A escrita como possibilidade coeducativa: aproximando gerações. A Terceira Idade, v. 21, p. 67-81, 2010.

SANTOS, D. F. ; Lima, Maria de Lourdes Franchi ; SILVEIRA, Nadia Dumara Ruiz . Aproximando gerações pela escrita. Revista Portal de Divulgação, v. nº3, p. 22-36, 2010.

Ferraz, Ilza Maria Trabachin de Almeida ; SILVEIRA, Nadia Dumara Ruiz . Experiências Cotidianas de Idosos do Programa de Saúde da Família. Revista Portal de Divulgação, v. nº5, p. 18-25, 2010.

Santana da Silva, Luzia Wilma; LODOVICI, Flamínia Manzano Moreira. A Família Ciclo Vital e Velhice. Revista Kairós Gerontologia, 14(3): 03-09, 2011.

LODOVICI, Flamínia Manzano Moreira. Como ler as manifestações verbais dos Quadrinhos? Uma predileção antiga pela Letra. Revista Intercâmbio, v. XXIII, p. 152-173, 2011.

LODOVICI, Flamínia Manzano Moreira; SILVEIRA, Nadia Dumara Ruiz . Interdisciplinaridade: desafios na construção do conhecimento gerontológico. Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento, v. 16, p. 025-044, 2011.

LODOVICI. Flamínia M.M., MERCADANTE, E.F.; Por uma Nova Cultura do Envelhecimento . Revista Kairós Gerontologia,14(1): 01-03, 2011.

LODOVICI. Flamínia M.M. Palavras de Pórtico [Resenha]. Revista Kairós Gerontologia, v.14(2): 01-03, 2011.

LODOVICI. Flamínia M.M.; MERCADANTE, E.F. Apresentação: A questão da família e a velhice. Revista Kairós Gerontologia: v. 14(3): 01-13, 2011.

LODOVICI, Flamínia M.M.; MERCADANTE, E.F.; A multiplicidade temática dos discursos em Gerontologia I. Revista Kairós Gerontologia, v. 14(4): 01-03, 2011.

LODOVICI, Flamínia M.M.; MERCADANTE, E.F.; A expressão da eroticidade/sexualidade na velhice. Revista Kairós Gerontologia, v. 14(5): 01-02.

LODOVICI, Flamínia M.M.; MERCADANTE, E.F. Novos temas nos discursos em Gerontologia. Revista Kairós Gerontologia, v. 14(6): 01-03, 2011.

LODOVICI. Flamínia M.M.; MERCADANTE, E.F. Quando falar é fazer: a performance do idoso na gestão do envelhecimento. Revista Kairós Gerontologia, v. 13(1): 13-32, 2010.

LODOVICI. Flamínia M.M.; MERCADANTE, E.F. Reconheço-me, logo existo: o idoso no espelho. Revista Kairós Gerontologia, v. 13(2): 13-22, 2010.

CONCONE, Maria Helena Villas Boas. A noção de Cultura. Revista Kairós Gerontologia, v. 14(6), p. 49-64, 2011.

CONCONE, Maria Helena Villas Boas ; Rezende, Eliane Garcia . A Umbanda nos romances espíritas Kardecistas. RECIIS. Revista eletrônica de comunicação, informação & inovação em saúde (Edição em português. Online), v. 4, p. 51-62, 2010

TÓTORA, Silvana Maria Corrêa. Uma existência atravessada pela vida. Verve (PUCSP), v. 21, p. 305-316, 2012.

TÓTORA, Silvana Maria Corrêa . Invenções da velhice. REVISTA PORTAL de Divulgação, v. 15, p. 11-17, 2011.

TÓTORA, Silvana Maria Corrêa . Foucault: biopolítica e governamentalidade neoliberal. Revista de Estudos Universitários, v. 37, p. 81-100, 2011.

TÓTORA, Silvana Maria Corrêa ; Ana Godoy . Uma outra urbanidade (a propósito das flores raras). Ponto-e-vírgula (PUCSP), v. 06, p. 93-102, 2010.

 

Capítulos de livros publicados

MERCADANTE, E. F.; BERZINS, M. V. . Discriminação e perversidade contra pessoas idosas reveladas nas piadas. In: Marília Viana Berzins; William Malagutti. (Org.). Rompendo o silêncio: faces da violência na velhice. 1º ed. São Paulo: Editora Martinari, 2010, v. , p. 123-144.

LOPES, Ruth G da Costa ; MEDEIROS, Suzana A Rocha ; MERCADANTE, E. F. . Velhice e Pós-Modernidade: Dimensões e Espiritualidade. In: Manuel Sumares; Helena B. Catalão; Pedro M.D. Valinho Gomes. (Org.). Religiosidade. O seu carácter irreprimível - Perspectivas Contemporâneas. Braga: ALETHEIA - Associação Científica e Cultural, 2010, v. 1, p. 177-190.

LOPES, R. G. C. ; BARBIERI, Natália Alves ; GAMBALE, Carina Alvarez . Velhice Contemporânea e Atuação do Psicólogo: reinventando a profissão. In: Deusivania Vieira da Silva Falcão; Ludgleydson Fernandes de Ataújo. (Org.). PSICOLOGIA DO ENVELHECIMENTO. 2ª ed. Campinas: Alínea, 2011, v. , p. 11-218.

SOUZA, Ana Lúcia Marques de ; LOPES, R. G. C. . O outro lado da moeda: velhos violentos. In: Marília Viana Berzins; William Malagutti. (Org.). ROMPENDO O SILÊNCIO: FACES DA VIOLÊNCIA NA VELHICE.. 1ª ed. São Paulo: Martinari, 2010, v. 1, p. 237-252.

LOPES, R. G. C. ; BRUNO, V. B. S. ; GOELLER, M. B. (Maila Beatriz Goeller) . O enfoque da Psicologia. In: Marisa Accioly Domingues; Naira Dutra Lemos. (Org.). Gerontologia. Os desafios nos diversos cenários da atenção.. 1ª ed. Barueri: Editora Manole Ltda., 2010, v. 1, p. 182-194.

FONSECA, S. C. ; ARANTES, L. M. G. . Efeitos da Escrita na Clínica de Linguagem. In: Maria Francisca Lier-DeVitto; Lucia Arantes. (Org.). Faces da Escrita. Linguagem, Clínica, Escola.. 1ª ed. São Paulo: Mercado das Letras, 2011, v. , p. 117-142.

FONSECA, S. C. ; LIER-DEVITTO, M. F. . O CENTRO DE ATENDIMENTO A AFÁSICOS (CAAf) DA DERDIC/PUCSP: ATENDIMENTO CLÍNICO, INCLUSÃO SOCIAL E ATENÇÃO À FAMÍLIA. In: Marcolino, J.; Oliveira, J.P.Zaboroski.. (Org.). Perspectivas em Fonoaudiologia: refletindo sobre ações na comunidade. 1ª ed. São José dos Campos: Pulso Editorial, 2010, v. , p. 67-81.

CANINEU, Paulo Renato ; HOTOTIAN, S. R. ; FORLENZA O. V. . Particularidades do tratamento farmacológico do idoso. In: Euripides Constantino Miguel; Valentim Gentil; Wagner Farid Gattaz. (Org.). Clinica Psiquiátrica. 1 ed. Barueri: Manole Ltda, 2011, v. 2, p. 1257-1272.

CANINEU, Paulo Renato ; BASTOS, A. ; STELLA, F. . Transtorno Cognitivo Leve. In: Elizabete Viana de Freitas; Ligia Py. (Org.). Tratado de Geriatria e Gerontologia. 3 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011, v. 1, p. 169-177.

CANINEU, Paulo Renato ; BIZAR, Paola Renata Brandão Canineu ; CANINEU, Rafael Fernando Brandão ; MARCOLIN, M. A. ; CANTARELLI, M. G. . Interações Farmacológicas em pacientes geriátricos. Interações Farmacológicas com Drogas Psiquiátricas. 2 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011, v. 1, p. -.

ALMEIDA, V. L. V. ; PRADO, A. R. DE A. ; Juçara M. T.Rodrigues . Cidade e Velhice: desafios e possibilidades.. In: Adriana Almeida Prado; Maria Elisabete Lopes; Sheila Walbe Ornstein. (Org.). Desenho Universal: caminhos da acassibilidade no Brasil. 1ª ed. São Paulo: Annablume, 2010, v. , p. 57-67.

CONCONE, Maria Helena Villas Boas ; RIBAS, Dulce . Antropologia e Alimentação. In: GALIZA, Mônica Santiago et al.. (Org.). Educação Alimentar. São Paulo (SP): Editorial Roca, 2012, v. , p. -.

CONCONE, Maria Helena Villas Boas . Entre passes, plantas e garrafadas: a busca da cura. In: Artur Cesar Isaia, Ivan Aparecido Manoel. (Org.). Espiritismo & Religiões afro-brasileiras: história e ciências sociais. 1 ed. Unesp: São Paulo, 2012, v. 1, p. 203-219.

TÓTORA, Silvana Maria Corrêa . Friedrich Nietzsche: A grande política do corpo. In: Lucia Bógus; Simone Wolff; Vera Chaia. (Org.). Pensamento e teoria nas Ciências Sociais. São Paulo: Educ/CAPES, 2011, v. , p. 163-188.

TÓTORA, Silvana Maria Corrêa . Uma pedagogia das sensações. In: Silvana Tótora; Edelcio Ottaviani. (Org.). Educação e Extensão Universitária: Foco Vestibular um experimento da diferença. 01 ed. São Paulo: Paulinas-EDUC, 2010, v. 01, p. 215-227.

TÓTORA, Silvana Maria Corrêa ; OTTAVIANI, Edélcio . Introdução. Educação e Extensão Universitária: Foco Vestibular um experimento da diferença. Educação e Extensão Universitária: Foco Vestibular um experimento da diferença. 01 ed. São Paulo: Paulinas-EDUC, 2010, v. 01, p. 15-32.

 

Textos em jornais de notícias/revistas

TÓTORA, Silvana Maria Corrêa . Friedrich Nietzsche: A grande política do corpo. In: Lucia Bógus; Simone Wolff; Vera Chaia. (Org.). Pensamento e teoria nas Ciências Sociais. São Paulo: Educ/CAPES, 2011, v. , p. 163-188.

TÓTORA, Silvana Maria Corrêa . Uma pedagogia das sensações. In: Silvana Tótora; Edelcio Ottaviani. (Org.). Educação e Extensão Universitária: Foco Vestibular um experimento da diferença. 01 ed. São Paulo: Paulinas-EDUC, 2010, v. 01, p. 215-227.

TÓTORA, Silvana Maria Corrêa ; OTTAVIANI, Edélcio . Introdução. Educação e Extensão Universitária: Foco Vestibular um experimento da diferença. Educação e Extensão Universitária: Foco Vestibular um experimento da diferença. 01 ed. São Paulo: Paulinas-EDUC, 2010, v. 01, p. 15-32.

Processo Seletivo 

img_programa_gerontologia.jpg

De acordo com o calendário acadêmico da Pós-Graduação da PUC-SP, a inscrição para participação do processo seletivo dos vários cursos tem se realizado no primeiro semestre de cada ano entre os meses de abril e maio e, no segundo semestre, entre outubro e novembro. Para se informar precisamente sobre as datas, consulte http://www.pucsp.br, link serviços.

O processo seletivo no Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia é realizado em duas etapas:

Primeira etapa:

Inscrição, pessoalmente, na Secretaria daPós-Graduação ou através de envio, via correio (sedex), dos seguintes documentos:

A) Ficha cadastral (preenchida e assinada);

B) Comprovante do pagamento da taxa de inscrição;

C) Uma foto 3x4 (recente e previamente colada na ficha cadastral);

D) Cópia do RG, CPF, Título de eleitor / Passaporte e visto de entrada no país (para candidatos estrangeiros);

E) RNE – Registro nacional de estrangeiro, para candidatos estrangeiros;

F) Cópia do Histórico Escolar da Graduação;

G) Cópia do Diploma da Graduação (constando: Registro e o Reconhecimento do Curso);

H) Curriculum Lattes.

I) Pré-Projeto de Pesquisa, de acordo com a linha de pesquisa escolhida;

J) Carta explicitando as razões da opção pelo Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia Social.

Segunda etapa:

Entrevista, realizada com professores envolvidos na respectiva linha de pesquisa escolhida, em data a ser agendada. Na entrevista será analisado o pré-projeto de pesquisa e o Curriculum Lattes.

A seleção para ingresso será realizada por uma comissão de professores do Programa, não sendo fornecidas as razões de eventuais recusas e não cabendo recursos das decisões da comissão.

 

Critérios / Seleção de Inscritos

1. Adequação a uma das linhas de pesquisa do Programa;

2. Formação/Currículo;

2.1. Escolaridade, desempenho como discente, notas, aprovações/reprovações;

 

2.2. Produção: durante e após a graduação, produção científica e técnica;

 

3. Adequação do projeto de pesquisa ao formato acadêmico.

 

Endereço para envio da documentação via correio:

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Secretaria Acadêmica da Pós-Graduação – INSCRIÇÃO

Rua Ministro de Godoy, 969- 4o andar – sala 4B. 03

CEP. 05015-001 – São Paulo – SP

Bolsas 

img_programa_gerontologia.jpg

Os alunos do Programa poderão pleitear bolsas de estudos oferecidas pelas instituições CAPES e CNPq. A distribuição das quotas e a avaliação dos bolsistas são realizadas por uma Comissão de Bolsas, composta porum professor da Coordenação, um professor do corpo docente e um discente, que não esteja pleiteando bolsa.

Critérios para concessão da bolsa:

  1. apresentação de projeto de pesquisa com tema relevante e adequado às linhas de pesquisa do Programa. Exige-se, ainda, formatação de acordo com as normas previstas na ABNT, com especial atenção à adequação e competente definição do problema a ser investigado; bom levantamento bibliográfico; explicitação da opção metodológica; consistência argumentativa; rigoroso cronograma de atividades a serem desenvolvidas. Além disso, o aluno deve apresentar:
  2. bom nível de desempenho nas atividades regulares do Programa: cursos, seminários, trabalhos escritos, leituras e atividades programadas;
  3. uma Carta de Intenções, expondo as razões pelas quais pleiteia a bolsa;
  4. disponibilidade de tempo para desenvolver o projeto. Solicitações de bolsas FAPESP devem ser encaminhadas diretamente àquele órgão de fomento.
Avaliação da Capes 
Conceito 3, no último triênio (2010 a 2012)
Coordenação e vice-coordenação 
  • Coordenadora
    Profa. Dra. Beltrina da Purificacao da Corte Pereira

  • Vice-coordenadora
    Profa. Dra. Flaminia Manzano Moreira Lodovici

Revistas 

img_programa_gerontologia.jpg

  •  


    Nome da revista: Kairós Gerontologia
    Link da revista: http://revistas.pucsp.br/index.php/kairos
    Pequeno texto sobre a revista: A revista Kairós Gerontologia, que surgiu em 1998, traz em sua história o comprometimento e o empenho de um grupo de pesquisadores ligados ao Núcleo de Estudo e Pesquisa do Envelhecimento (NEPE) e ao Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia da PUCSP. Seu objetivo é publicar estudos interdiscipinares relacionados aos temas envelhecimento e velhice. Em 2011, passou a ser vinculada institucionalmente à Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde (FACHS). De anual, passou a semestral e, em 2011, a quadrimestral, apresentando-se on line, em volumes multitemáticos que acolhem a discussão teórico-metodológica da Área em trabalhos resultantes de debates, mesas-redondas, depoimentos, histórias de vida, entrevistas etc., no formato de Artigos, Relatos de Experiência, Entrevistas, Resenhas críticas de livros recém-publicados. A revista tem presença em indexadores nacionais e internacionais. Todos os trabalhos submetidos à publicação são avaliados, via de regra, por dois pareceristas, um brasileiro e outro estrangeiro, além de assessores ad hoc.

    O nome dado à revista é uma homenagem ao Prof. Dr. Joel Martins, mestre que colocou ênfase no fato de que não somos apenas Cronos (tempo linear consecutivo externo), mas também Kairós (energia acumulada pelas experiências vividas).

  •  


    eBook: O Evelhecimento Ativo e seus Fundamentos
    Link do Ebook: Clique aqui
    Pequeno texto: O propósito desta coletânea é movimentar os quatro fundamentos do conceito de atividade, tal como ele é referido na atual Política de Envelhecimento Ativo (OMS, 2002)1, quais sejam: saúde, participação, segurança/proteção e aprendizagem ao longo da vida. Para tal, reúne artigos que resultam de investigações atuais realizadas por pesquisadores brasileiros em dissertações de mestrado e estágio pós-doutorado no âmbito do Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo; razão pela qual os mesmos reúnem em coautoria o discente pesquisador e seu orientador. Vale destacar que, de modos particulares, todos abordam a necessidade de se discutir de que modo a conquista da longevidade pode se traduzir como uma experiência positiva tanto para os sujeitos, quanto para as sociedades nas quais eles vivem. O foco se dirige não só para os obstáculos a serem enfrentados, como também para as oportunidades oferecidas para que a vida na velhice seja vivida com qualidade e dignidade.

Egressos 

img_programa_gerontologia.jpg

2012  

Egressos - 2012

  •  


    Nome: ANA ELISA SENA KLEIN DA ROSA
    Linha de pesquisa:  ENVELHECIMENTO: A INVESTIGAÇÃO E OS PROGRAMAS DA SAÚDE PÚBLICA    
    Orientador:  URSULA MARGARIDA KARSCH    
    Título da dissertação: AS EXPRESSÕES VIVAS DE CORPOS IDOSOS FRENTE À QUEDA
     

  •  


    Nome: LUCIANA HELENA MUSSI
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS     
    Orientador:  BELTRINA PURIFICAÇÃO DA CÔRTE PEREIRA    
    Título da dissertação: REFLEXÃO SOBRE A ANGÚSTIA EXISTENCIAL DO CINEMA DE INGMAR BERGMAN NO ENVELHECER DIANTE DA AMEAÇA IMINENTE DE MORTE E DO DESEJO DE VIDA
     

  •  


    Nome:SIMONE SPADAFÓRA TERRAS  
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS     
    Orientador: BELTRINA PURIFICAÇÃO DA CÔRTE PEREIRA      
    Título da tese ou dissertação:VELHICES NA SURDEZ CONTEMPORÂNEA
     

  •  


    Nome: MARCIA DEGANI
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS         
    Orientador: ELISABETH FROHLICH MERCADANTE     
    Título da dissertação: NONOGENÁRIOS CRIADORES
     

  •  


    Nome: RODNEI WILLIAM EUGENIO
    Linha de pesquisa:  GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS            
    Orientador:  ELISABETH FROHLICH MERCADANTE   
    Título da dissertação: A BENÇÃO AOS MAIS VELHOS: PODER E SENIORIDADE NOS TERREIROS DE CANDOMBLÉ
     

  •  


    Nome: SUELY APARECIDA TONARQUE
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS     
    Orientador: VERA LÚCIA VALSECCHI DE ALMEIDA     
    Título da dissertação: VELHICE E MODA INCURSÕES HISTÓRICAS E REALIDADE ATUAL
     

  •  


    Nome: ISABELLA BASTOS DE QUADROS
    Linha de pesquisa:  GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS      
    Orientador: BELTRINA PURIFICAÇÃO DA CÔRTE PEREIRA      
    Título da dissertação: O INÉDITO DA LONGEVIDADE NA JORNADA DO HERÓI DE LEIDE MOREIRA
     

  •  


    Nome: KAREN GRUJICIC MARCELJA
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS     
    Orientador:  VERA LÚCIA VALSECCHI DE ALMEIDA    
    Título da dissertação: A BELEZA COMO PASSAPORTE INTERGERACIONAL
     

  •  


    Nome: MARIA DE FÁTIMA CAETANO PINTO
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS                
    Orientador: ELISABETH FROHLICH MERCADANTE       
    Título da dissertação:CENTRO DE REFERÊNCIA DO IDOSO DE GUARULHOS: UM ESTUDO DE CASO
     

  •  


    Nome: INÊS MARIA BENEDITA SILVEIRA
    Linha de pesquisa:   GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS            
    Orientador: ELISABETH FROHLICH MERCADANTE     
    Título da dissertação: IDOSO NEGROS PORTADORES DE DOENÇAS CRÔNICAS
     

2011  

Egressos - 2011

  •  


    Nome: SÔNIA AZEVEDO MENEZES PRATA SILVA FUENTES
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador:  ELISABETH FROHLICH MERCADANTE
    Título da dissertação: AS VÁRIAS FACES DO CUIDAR DE SI
     

  •  


    Nome: JANAINA DA SILVA AGUIAR
    Linha de pesquisa:  GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador:  SUZANA APARECIDA DA ROCHA
    Título da dissertação: O ESCUTAR: CONFISSÕES SOBRE SEXUALIDADE
     

  •  


    Nome: CRISTINA CRISTOVÃO RIBEIRO DA SILVA
    Linha de pesquisa:  GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS      
    Orientador: VERA LÚCIA VALSECCHI DE ALMEIDA  
    Título da dissertação: FISIOTERAPIA GERONTOLÓGICA: UMA NOVA PERSPECTIVA DE ATUAÇÃO DA FISIOTERAPIA NO IDOSO
     

  •  


    Nome: MARIA APARECIDA DE SOUZA ROSA
    Linha de pesquisa:  GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador: SUZANA APARECIDA DA ROCHA MEDEIROS  
    Título da dissertação: MORADIA: A PASÁRGADA DOS VELHOS?
     

  •  


    Nome:ELIANA NOVAES PROCÓPIO DE ARAUJO  
    Linha de pesquisa:GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS         
    Orientador: RUTH GELEHRTER DA COSTA LOPES  
    Título da dissertação: GESTÃO EM SERVIÇOS PSICOGERONTOLÓGICOS EM UMA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA: A SISTEMATIZAÇÃO DE UMA AÇÃO PROFISSIONAL OCORRIDA DE 1993 A 2009
     

  •  


    Nome:MARIA LIGIA MATHIAS PAGENOTTO  
    Linha de pesquisa:   GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS      
    Orientador: SUZANA APARECIDA DA ROCHA MEDEIROS  
    Título da dissertação: A VELHICE E O ENVELHECIMENTO: SEUS SIGNIFICADOS NA VIDA DE UM GRUPO DE JORNALISTAS COM MAIS DE 60 ANOS DE IDADE
     

  •  


    Nome:MAURO DAVIDSON GONÇALVES  
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS        
    Orientador:  SUZANA APARECIDA DA ROCHA MEDEIROS
    Título da dissertação: ENVELHECIMENTO SAUDÁVEL, MEIO AMBIENTE E LAZER
     

  •  


    Nome: GISNELLI BATAGLIA MINCACHE
    Linha de pesquisa:  GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS       
    Orientador:  BELTRINA PURIFICAÇÃO DA CÔRTE PEREIRA
    Título da dissertação:AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM - AVA: UMA EXPERIÊNCIA VIRTUAL DE ACESSO AO EXERCÍCIO DE CIDADANIA E MELHOR QUALIDADE DE VIDA
     

  •  


    Nome: MARIA EMILIA DUARTE FERREIRA
    Linha de pesquisa:  GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS       
    Orientador:URSULA MARGARIDA KARSCH   
    Título da dissertação: ADMINISTRAÇÃO ESTRATÉGICA NA GESTÃO PÚBLICA - UMA NECESSIDADE - PARA O ATENDIMENTO INTEGRAL AO IDOSO DO SÉCULO XXI
     

  •  


    Nome: MARTA LUCIA SOUTO DA SILVA
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS        
    Orientador:  NADIA DUMARA RUIZ SILVEIRA
    Título da dissertação: IDOSO DEPENDENTE: REPRESENTAÇÕES DO CUIDADOR FAMILIAR SOBRE O CUIDAR
     

  •  


    Nome: CAETANO MUNHOZ DE DOMENICO
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS        
    Orientador: SUZANA APARECIDA DA ROCHA MEDEIROS   
    Título da dissertação:O IMPACTO NA AUTONOMIA DOS IDOSOS QUE PARARAM DE DIRIGIR
     

  •  


    Nome: RAFAEL FORTES
    Linha de pesquisa:  GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS       
    Orientador:URSULA MARGARIDA KARSCH   
    Título da dissertação: TOQUE FISIOGERONTOLÓGICO NA DOENÇA DE ALZHEIMER E A REDUÇÃO DA APATIA
     

  •  


    Nome: MÔNICA PRISCILA RIBEIRO
    Linha de pesquisa:GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS         
    Orientador:  SUZANA CARIELO DA FONSECA
    Título da dissertação: A AVALIAÇÃO GERIÁTRICA AMPLA: A CONTRIBUIÇÃO DA ENFERMAGEM NA PROMOÇÃO DA SAÚDE DO IDOSO
     

  •  


    Nome: MICHELI PATRICIA DE FÁTIMA MAGRI
    Linha de pesquisa:  GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS       
    Orientador:  ELISABETH FROHLICH MERCADANTE
    Título da dissertação: AVALIAÇÃO DA SUSPENSÃO DE CIRURGIA DE CATARATA EM IDOSOS ATRAVÉS DE INDICADORES DE QUALIDADE E ENTREVISTAS
     

  •  


    Nome: RENATA DOS SANTOS CASTILHO
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS        
    Orientador:  MARIA HELENA VILLAS BÔAS CONCONE
    Título da dissertação: ESTÉTICA E ENVELHECIMENTO: REPRESENTAÇÃO DA IMAGEM PARA MULHERES ENVELHECENTES
     

  •  


    Nome: FLÁVIA MUNIZ TESSARI FERNANDES
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS        
    Orientador: VERA LÚCIA VALSECCHI DE ALMEIDA  
    Título da dissertação:A AUDITORIA MÉDICA E O IDOSO EM SERVIÇOS DE HEMODINÂMICA E CARDIOLOGIA INTERVENCIONISTA
     

  •  


    Nome:BERNADETE CRISTINA FERREIRA FLEURY DA FONSECA  
    Linha de pesquisa:  GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS       
    Orientador: PAULO RENATO CANINEU  
    Título da dissertação: SONO MEU, SONHO MEU. VELHICE E SONO
     

  •  


    Nome: DEBORA CRISTINA GENEZINI COSTA
    Linha de pesquisa:  GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS       
    Orientador: RUTH GELEHRTER DA COSTA LOPES  
    Título da dissertação: CUIDADOS NA VELHICE, NO ADOECIMENTO E NA MORTE: RELATOS E REFLEXÕES SOBRE A FINITUDE COMO FORMA DE INVESTIMENTO NA VIDA
     

  •  


    Nome: BIANCA ÍSIS SEGANTIN
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS        
    Orientador:  SUZANA CARIELO DA FONSECA
    Título da dissertação: EFEITOS DO ENVELHECIMENTO NO ATENDIMENTO FONOAUDIÓLOGO DE UMA PACIENTE AFÁSICA: UM ESTUDO DE CASO
     

  •  


    Nome:FABIANA SANTOS DA FONSECA  
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS        
    Orientador:VERA LÚCIA VALSECCHI DE ALMEIDA   
    Título da dissertação: VELHICE. PROMOÇÃO DA SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA
     

  •  


    Nome: MARTA LUCIA SOUTO DA SILVA
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS        
    Orientador:  NADIA DUMARA RUIZ SILVEIRA
    Título da dissertação: IDOSO DEPENDENTE: REPRESENTAÇÕES DO CUIDADOR FAMILIAR SOBRE O CUIDAR
     

  •  


    Nome: MARTA LUCIA SOUTO DA SILVA
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS        
    Orientador:  NADIA DUMARA RUIZ SILVEIRA
    Título da dissertação: IDOSO DEPENDENTE: REPRESENTAÇÕES DO CUIDADOR FAMILIAR SOBRE O CUIDAR
     

  •  


    Nome: MARTA LUCIA SOUTO DA SILVA
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS        
    Orientador:  NADIA DUMARA RUIZ SILVEIRA
    Título da dissertação: IDOSO DEPENDENTE: REPRESENTAÇÕES DO CUIDADOR FAMILIAR SOBRE O CUIDAR
     

  •  


    Nome: MARTA LUCIA SOUTO DA SILVA
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS        
    Orientador:  NADIA DUMARA RUIZ SILVEIRA
    Título da dissertação: IDOSO DEPENDENTE: REPRESENTAÇÕES DO CUIDADOR FAMILIAR SOBRE O CUIDAR
     

  •  


    Nome: MARTA LUCIA SOUTO DA SILVA
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS        
    Orientador:  NADIA DUMARA RUIZ SILVEIRA
    Título da dissertação: IDOSO DEPENDENTE: REPRESENTAÇÕES DO CUIDADOR FAMILIAR SOBRE O CUIDAR
     

  •  


    Nome: MARTA LUCIA SOUTO DA SILVA
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS        
    Orientador:  NADIA DUMARA RUIZ SILVEIRA
    Título da dissertação: IDOSO DEPENDENTE: REPRESENTAÇÕES DO CUIDADOR FAMILIAR SOBRE O CUIDAR
     

2010  

Egressos - 2010

  •  


    Nome: CRISTIANE CINAT
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador:  VERA LÚCIA VALSECCHI DE ALMEIDA
    Título da dissertação:ENTRE O TEMPO E O DIREITO: A HISTÓRIA DE OLGA LEON QUIROGA
     

  •  


    Nome: ILZA MARIA TRABACHIN DE ALMEIDA FERRAZ
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador: NADIA DUMARA RUIZ SILVEIRA  
    Título da dissertação: VIVÊNCIAS DE IDOSOS INSERIDOS NO PROGRAMA DE SAÚDE DE FAMÍLIA
     

  •  


    Nome: MARIA CRISTINA GUAPINDAIA CARVALHO
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador:  RUTH GELEHRTER DA COSTA LOPES
    Título da dissertação:A EXPERIÊNCIA DO CUIDAR: O (DES) AMPARO DO CUIDADOR FAMILIAR
     

  •  


    Nome: ANGELA MARIA AMARAL SOARES ABOU ALI
    Linha de pesquisa: ENVELHECIMENTO: A INVESTIGAÇÃO E OS PROGRAMAS DA SAÚDE PÚBLICA
    Orientador:SILVANA MARIA CORREA TOTORA   
    Título da dissertação:O COMPORTAMENTO DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE FRENTE AOS IDOSOS EM SITUAÇÃO DE TERMINALIDADE. UMA ANÁLISE DE CASO: HOSPITAL DE RETAGUARDA FRANCISCO DE ASSIS DE RIBEIRÃO PRETO - SP
     

  •  


    Nome:MARIA DAS CANDEIAS CARVALHO FEIJÓ  
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador:  SUZANA APARECIDA DA ROCHA MEDEIROS
    Título da dissertação:
     

  •  


    Nome: VANESSA IDARGO MUTCHNIK
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador:SUZANA APARECIDA DA ROCHA MEDEIROS   
    Título da dissertação: PAPEIS OCUPACIONAIS E SENIORIDADE
     

  •  


    Nome: SUELI ERASMA GASPAR JARDIM
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador:  RUTH GELEHRTER DA COSTA LOPES
    Título da dissertação: MAUS-TRATOS CONTRA A PESSOA IDOSA. DA SUSPEITA À NOTIFICAÇÃO: UM DESAFIO PARA OS PROFISSIONAIS DO HOSPITAL DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL
     

  •  


    Nome: DIVINA DE FATIMA DOS SANTOS
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador: NADIA DUMARA RUIZ SILVEIRA  
    Título da dissertação: RELAÇÕES INTERGERACIONAIS: PALAVRAS QUE ESTIMULAM
     

  •  


    Nome: FABIANA FREDDI
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador: URSULA MARGARIDA KARSCH  
    Título da dissertação: O CUIDADO FISIOGERONTOLÓGICO DOMICILIAR
     

  •  


    Nome:NATALIA APARECIDA DE MEIRA FRANCO  
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador:BELTRINA PURIFICAÇÃO DA CÔRTE PEREIRA   
    Título da dissertação: A SOCIABILIDADE COMO ESTRATÉGIA DE SAÚDE. O CASO DO GRUPO MELHOR IDADE
     

  •  


    Nome: MARIA TEREZA BONITATIBUS DE ASSIS
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador:  NADIA DUMARA RUIZ SILVEIRA
    Título da dissertação: MÚLTIPLAS APRENDIZAGENS DE IDOSOS DA FACULDADE ABERTA A TERCEIRA IDADE - UNIA
     

  •  


    Nome:INGRID VILARDI MAZETO  
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador: URSULA MARGARIDA KARSCH  
    Título da dissertação: CUIDADORAS FAMILIARES DE IDOSOS DEPENDENTES POR ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO: O CUIDADO E AS PERDAS
     

  •  


    Nome: IEDA GUEDES SIMÕES COULIBALY
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador: URSULA MARGARIDA KARSCH  
    Título da dissertação: CALÇADAS MANAUARAS E IDOSOS: DESAFIOS URBANÍSTICOS NA CAPITAL DO AMAZONAS
     

  •  


    Nome: TATIANE GOMES TEIXEIRA
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador:  BELTRINA PURIFICAÇÃO DA CÔRTE PEREIRA
    Título da dissertação: A VELHICE E A MUSCULAÇÃO: UM ESTUDO SOBRE OS DETERMINANTES DE ADESÃO NA CIDADE DE PORTO VELHO
     

  •  


    Nome: PEDRO PAULO SAMMARCO ANTUNES
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador: ELISABETH FROHLICH MERCADANTE  
    Título da dissertação: TRAVESTIS ENVELHECEM?
     

  •  


    Nome: JOSÉ KASUO OTSUKA
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador:  BELTRINA PURIFICAÇÃO DA CÔRTE PEREIRA
    Título da dissertação: VELHICE E VIOLÊNCIA NA ESFERA JUDICIÁRIA NO ESTADO DO TOCANTINS
     

  •  


    Nome: CLEBER SILVESTRE LEONCIO
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador: RUTH GELEHRTER DA COSTA LOPES  
    Título da dissertação: O ENFERMEIRO FRENTE À SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM (SAE) DA PESSOA IDOSA HOSPITALIZADA
     

  •  


    Nome: LUCIANA DE SOUZA BRAGA
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador:  RUTH GELEHRTER DA COSTA LOPES
    Título da dissertação: IDOSOS DEPENDENTES E DESACOMPANHADOS EM PRONTO SOCORRO PÚBLICO: OS OUTROS LADOS DO ABANDONO
     

  •  


    Nome: NADIA LOUREIRO FERREIRA
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador:  SUZANA APARECIDA DA ROCHA MEDEIROS
    Título da dissertação: MEDO DA VELHICE: RELAÇÃO ENTRE O ENVELHECER E A DEMANDA PELA BELEZA JOVIAL
     

  •  


    Nome: EVANDRO DINIZ CORVINO
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador:  PAULO RENATO CANINEU
    Título da dissertação: FACULDADE ABERTA PARA A TERCEIRA IDADE FEFISO/ACM DE SOROCABA: EDUCAÇÃO PARA O ENVELHECIMENTO E SEUS EFEITOS NOS PARTICIPANTES
     

  •  


    Nome: ANA CAROLINA LOPEZ SILVA
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador: SUZANA APARECIDA DA ROCHA MEDEIROS  
    Título da dissertação:ANÁLISE DO IMPACTO DAS ATIVIDADES EXTERNAS DE LAZER NA VIDA DOS RESIDENTES DE UMA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA: O CASO DO LAR DOS IDOSOS NOSSA SENHORA DA SAÚDE
     

  •  


    Nome:RODE TAVARES MOURA  
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador:  BELTRINA PURIFICAÇÃO DA CÔRTE PEREIRA
    Título da dissertação: O ENVELHECIMENTO E A RELIGIOSIDADE EM UM GRUPO DE IDOSOS ADVENTISTAS
     

  •  


    Nome: HEE JEUNG HONG
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador: BELTRINA PURIFICAÇÃO DA CÔRTE PEREIRA  
    Título da dissertação: IMIGRAÇÃO E ENVELHECIMENTO EM SÃO PAULO: PERFIL DE UM GRUPO DE IDOSOS COREANOS
     

Dissertações e teses defendidas 

img_programa_gerontologia.jpg

2012  

Dissertações e Teses - 2012

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: ANA ELISA SENA KLEIN DA ROSA
    Linha de pesquisa:  ENVELHECIMENTO: A INVESTIGAÇÃO E OS PROGRAMAS DA SAÚDE PÚBLICA    
    Orientador:  URSULA MARGARIDA KARSCH    
    Título da dissertação: AS EXPRESSÕES VIVAS DE CORPOS IDOSOS FRENTE À QUEDA
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=12105
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: LUCIANA HELENA MUSSI
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS     
    Orientador:  BELTRINA PURIFICAÇÃO DA CÔRTE PEREIRA    
    Título da dissertação: REFLEXÃO SOBRE A ANGÚSTIA EXISTENCIAL DO CINEMA DE INGMAR BERGMAN NO ENVELHECER DIANTE DA AMEAÇA IMINENTE DE MORTE E DO DESEJO DE VIDA
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=12172
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome:SIMONE SPADAFÓRA TERRAS  
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS     
    Orientador: BELTRINA PURIFICAÇÃO DA CÔRTE PEREIRA      
    Título da tese ou dissertação:VELHICES NA SURDEZ CONTEMPORÂNEA
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=12242

     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: MARCIA DEGANI
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS         
    Orientador: ELISABETH FROHLICH MERCADANTE     
    Título da dissertação: NONOGENÁRIOS CRIADORES
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=12325
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: RODNEI WILLIAM EUGENIO
    Linha de pesquisa:  GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS            
    Orientador:  ELISABETH FROHLICH MERCADANTE   
    Título da dissertação: A BENÇÃO AOS MAIS VELHOS: PODER E SENIORIDADE NOS TERREIROS DE CANDOMBLÉ

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: SUELY APARECIDA TONARQUE
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS     
    Orientador: VERA LÚCIA VALSECCHI DE ALMEIDA     
    Título da dissertação: VELHICE E MODA INCURSÕES HISTÓRICAS E REALIDADE ATUAL
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: ISABELLA BASTOS DE QUADROS
    Linha de pesquisa:  GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS      
    Orientador: BELTRINA PURIFICAÇÃO DA CÔRTE PEREIRA      
    Título da dissertação: O INÉDITO DA LONGEVIDADE NA JORNADA DO HERÓI DE LEIDE MOREIRA

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: KAREN GRUJICIC MARCELJA
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS     
    Orientador:  VERA LÚCIA VALSECCHI DE ALMEIDA    
    Título da dissertação: A BELEZA COMO PASSAPORTE INTERGERACIONAL
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: MARIA DE FÁTIMA CAETANO PINTO
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS                
    Orientador: ELISABETH FROHLICH MERCADANTE       
    Título da dissertação:CENTRO DE REFERÊNCIA DO IDOSO DE GUARULHOS: UM ESTUDO DE CASO
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: INÊS MARIA BENEDITA SILVEIRA
    Linha de pesquisa:   GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS            
    Orientador: ELISABETH FROHLICH MERCADANTE     
    Título da dissertação: IDOSO NEGROS PORTADORES DE DOENÇAS CRÔNICAS
     

2011  

Dissertações e Teses - 2011

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: SÔNIA AZEVEDO MENEZES PRATA SILVA FUENTES
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador:  ELISABETH FROHLICH MERCADANTE
    Título da dissertação: AS VÁRIAS FACES DO CUIDAR DE SI
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=10767
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: CRISTINA CRISTOVÃO RIBEIRO DA SILVA
    Linha de pesquisa:  GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS      
    Orientador: VERA LÚCIA VALSECCHI DE ALMEIDA  
    Título da dissertação: FISIOTERAPIA GERONTOLÓGICA: UMA NOVA PERSPECTIVA DE ATUAÇÃO DA FISIOTERAPIA NO IDOSO
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=10876L
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome:ELIANA NOVAES PROCÓPIO DE ARAUJO  
    Linha de pesquisa:GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS         
    Orientador: RUTH GELEHRTER DA COSTA LOPES  
    Título da dissertação: GESTÃO EM SERVIÇOS PSICOGERONTOLÓGICOS EM UMA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA: A SISTEMATIZAÇÃO DE UMA AÇÃO PROFISSIONAL OCORRIDA DE 1993 A 2009
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=10958
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome:MARIA LIGIA MATHIAS PAGENOTTO  
    Linha de pesquisa:   GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS      
    Orientador: SUZANA APARECIDA DA ROCHA MEDEIROS  
    Título da dissertação: A VELHICE E O ENVELHECIMENTO: SEUS SIGNIFICADOS NA VIDA DE UM GRUPO DE JORNALISTAS COM MAIS DE 60 ANOS DE IDADE
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=11035
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome:MAURO DAVIDSON GONÇALVES  
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS        
    Orientador:  SUZANA APARECIDA DA ROCHA MEDEIROS
    Título da dissertação: ENVELHECIMENTO SAUDÁVEL, MEIO AMBIENTE E LAZER
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=11033
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: GISNELLI BATAGLIA MINCACHE
    Linha de pesquisa:  GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS       
    Orientador:  BELTRINA PURIFICAÇÃO DA CÔRTE PEREIRA
    Título da dissertação:AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM - AVA: UMA EXPERIÊNCIA VIRTUAL DE ACESSO AO EXERCÍCIO DE CIDADANIA E MELHOR QUALIDADE DE VIDA
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=11034
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: MARIA EMILIA DUARTE FERREIRA
    Linha de pesquisa:  GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS       
    Orientador:URSULA MARGARIDA KARSCH   
    Título da dissertação: ADMINISTRAÇÃO ESTRATÉGICA NA GESTÃO PÚBLICA - UMA NECESSIDADE - PARA O ATENDIMENTO INTEGRAL AO IDOSO DO SÉCULO XXI
    Link da dissertação:http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=11145
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: MARTA LUCIA SOUTO DA SILVA
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS        
    Orientador:  NADIA DUMARA RUIZ SILVEIRA
    Título da dissertação: IDOSO DEPENDENTE: REPRESENTAÇÕES DO CUIDADOR FAMILIAR SOBRE O CUIDAR
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=11197
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: CAETANO MUNHOZ DE DOMENICO
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS        
    Orientador: SUZANA APARECIDA DA ROCHA MEDEIROS   
    Título da dissertação:O IMPACTO NA AUTONOMIA DOS IDOSOS QUE PARARAM DE DIRIGIR
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=11217
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: RAFAEL FORTES
    Linha de pesquisa:  GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS       
    Orientador:URSULA MARGARIDA KARSCH   
    Título da dissertação: TOQUE FISIOGERONTOLÓGICO NA DOENÇA DE ALZHEIMER E A REDUÇÃO DA APATIA
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=11292
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: MÔNICA PRISCILA RIBEIRO
    Linha de pesquisa:GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS         
    Orientador:  SUZANA CARIELO DA FONSECA
    Título da dissertação: A AVALIAÇÃO GERIÁTRICA AMPLA: A CONTRIBUIÇÃO DA ENFERMAGEM NA PROMOÇÃO DA SAÚDE DO IDOSO
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=11256
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: MICHELI PATRICIA DE FÁTIMA MAGRI
    Linha de pesquisa:  GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS       
    Orientador:  ELISABETH FROHLICH MERCADANTE
    Título da dissertação: AVALIAÇÃO DA SUSPENSÃO DE CIRURGIA DE CATARATA EM IDOSOS ATRAVÉS DE INDICADORES DE QUALIDADE E ENTREVISTAS
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=11316
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: RENATA DOS SANTOS CASTILHO
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS        
    Orientador:  MARIA HELENA VILLAS BÔAS CONCONE
    Título da dissertação: ESTÉTICA E ENVELHECIMENTO: REPRESENTAÇÃO DA IMAGEM PARA MULHERES ENVELHECENTES
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=11626
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: FLÁVIA MUNIZ TESSARI FERNANDES
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS        
    Orientador: VERA LÚCIA VALSECCHI DE ALMEIDA  
    Título da dissertação:A AUDITORIA MÉDICA E O IDOSO EM SERVIÇOS DE HEMODINÂMICA E CARDIOLOGIA INTERVENCIONISTA
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=11750
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome:BERNADETE CRISTINA FERREIRA FLEURY DA FONSECA  
    Linha de pesquisa:  GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS       
    Orientador: PAULO RENATO CANINEU  
    Título da dissertação: SONO MEU, SONHO MEU. VELHICE E SONO
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=11839
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: DEBORA CRISTINA GENEZINI COSTA
    Linha de pesquisa:  GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS       
    Orientador: RUTH GELEHRTER DA COSTA LOPES  
    Título da dissertação: CUIDADOS NA VELHICE, NO ADOECIMENTO E NA MORTE: RELATOS E REFLEXÕES SOBRE A FINITUDE COMO FORMA DE INVESTIMENTO NA VIDA

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: BIANCA ÍSIS SEGANTIN
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS        
    Orientador:  SUZANA CARIELO DA FONSECA
    Título da dissertação: EFEITOS DO ENVELHECIMENTO NO ATENDIMENTO FONOAUDIÓLOGO DE UMA PACIENTE AFÁSICA: UM ESTUDO DE CASO
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=12009
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome:FABIANA SANTOS DA FONSECA  
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS        
    Orientador:VERA LÚCIA VALSECCHI DE ALMEIDA   
    Título da dissertação: VELHICE. PROMOÇÃO DA SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=12031
     

2010  

Dissertações e Teses - 2010

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: CRISTIANE CINAT
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador:  VERA LÚCIA VALSECCHI DE ALMEIDA
    Título da dissertação:ENTRE O TEMPO E O DIREITO: A HISTÓRIA DE OLGA LEON QUIROGA
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=9184
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: ILZA MARIA TRABACHIN DE ALMEIDA FERRAZ
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador: NADIA DUMARA RUIZ SILVEIRA  
    Título da dissertação: VIVÊNCIAS DE IDOSOS INSERIDOS NO PROGRAMA DE SAÚDE DE FAMÍLIA
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=9656
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: MARIA CRISTINA GUAPINDAIA CARVALHO
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador:  RUTH GELEHRTER DA COSTA LOPES
    Título da dissertação:A EXPERIÊNCIA DO CUIDAR: O (DES) AMPARO DO CUIDADOR FAMILIAR
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=9248
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: ANGELA MARIA AMARAL SOARES ABOU ALI
    Linha de pesquisa: ENVELHECIMENTO: A INVESTIGAÇÃO E OS PROGRAMAS DA SAÚDE PÚBLICA
    Orientador:SILVANA MARIA CORREA TOTORA   
    Título da dissertação:O COMPORTAMENTO DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE FRENTE AOS IDOSOS EM SITUAÇÃO DE TERMINALIDADE. UMA ANÁLISE DE CASO: HOSPITAL DE RETAGUARDA FRANCISCO DE ASSIS DE RIBEIRÃO PRETO - SP
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=9428
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: SUELI ERASMA GASPAR JARDIM
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador:  RUTH GELEHRTER DA COSTA LOPES
    Título da dissertação: MAUS-TRATOS CONTRA A PESSOA IDOSA. DA SUSPEITA À NOTIFICAÇÃO: UM DESAFIO PARA OS PROFISSIONAIS DO HOSPITAL DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=9252
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: DIVINA DE FATIMA DOS SANTOS
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador: NADIA DUMARA RUIZ SILVEIRA  
    Título da dissertação: RELAÇÕES INTERGERACIONAIS: PALAVRAS QUE ESTIMULAM
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=9770
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome:NATALIA APARECIDA DE MEIRA FRANCO  
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador:BELTRINA PURIFICAÇÃO DA CÔRTE PEREIRA   
    Título da dissertação: A SOCIABILIDADE COMO ESTRATÉGIA DE SAÚDE. O CASO DO GRUPO MELHOR IDADE
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=9399
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: MARIA TEREZA BONITATIBUS DE ASSIS
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador:  NADIA DUMARA RUIZ SILVEIRA
    Título da dissertação: MÚLTIPLAS APRENDIZAGENS DE IDOSOS DA FACULDADE ABERTA A TERCEIRA IDADE - UNIA
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=9655
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome:INGRID VILARDI MAZETO  
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador: URSULA MARGARIDA KARSCH  
    Título da dissertação: CUIDADORAS FAMILIARES DE IDOSOS DEPENDENTES POR ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO: O CUIDADO E AS PERDAS
    Link da dissertação :http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=9846
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: IEDA GUEDES SIMÕES COULIBALY
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador: URSULA MARGARIDA KARSCH  
    Título da dissertação: CALÇADAS MANAUARAS E IDOSOS: DESAFIOS URBANÍSTICOS NA CAPITAL DO AMAZONAS
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=10074
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: TATIANE GOMES TEIXEIRA
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador:  BELTRINA PURIFICAÇÃO DA CÔRTE PEREIRA
    Título da dissertação: A VELHICE E A MUSCULAÇÃO: UM ESTUDO SOBRE OS DETERMINANTES DE ADESÃO NA CIDADE DE PORTO VELHO
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=10026
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: JOSÉ KASUO OTSUKA
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador:  BELTRINA PURIFICAÇÃO DA CÔRTE PEREIRA
    Título da dissertação: VELHICE E VIOLÊNCIA NA ESFERA JUDICIÁRIA NO ESTADO DO TOCANTINS
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=10129
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: CLEBER SILVESTRE LEONCIO
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador: RUTH GELEHRTER DA COSTA LOPES  
    Título da dissertação: O ENFERMEIRO FRENTE À SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM (SAE) DA PESSOA IDOSA HOSPITALIZADA
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=10073
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: LUCIANA DE SOUZA BRAGA
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador:  RUTH GELEHRTER DA COSTA LOPES
    Título da dissertação: IDOSOS DEPENDENTES E DESACOMPANHADOS EM PRONTO SOCORRO PÚBLICO: OS OUTROS LADOS DO ABANDONO
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=10130
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: NADIA LOUREIRO FERREIRA
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador:  SUZANA APARECIDA DA ROCHA MEDEIROS
    Título da dissertação: MEDO DA VELHICE: RELAÇÃO ENTRE O ENVELHECER E A DEMANDA PELA BELEZA JOVIAL
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=10131
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: EVANDRO DINIZ CORVINO
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador:  PAULO RENATO CANINEU
    Título da dissertação: FACULDADE ABERTA PARA A TERCEIRA IDADE FEFISO/ACM DE SOROCABA: EDUCAÇÃO PARA O ENVELHECIMENTO E SEUS EFEITOS NOS PARTICIPANTES
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=10132
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: ANA CAROLINA LOPEZ SILVA
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador: SUZANA APARECIDA DA ROCHA MEDEIROS  
    Título da dissertação:ANÁLISE DO IMPACTO DAS ATIVIDADES EXTERNAS DE LAZER NA VIDA DOS RESIDENTES DE UMA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA: O CASO DO LAR DOS IDOSOS NOSSA SENHORA DA SAÚDE
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=10425
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome:RODE TAVARES MOURA  
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador:  BELTRINA PURIFICAÇÃO DA CÔRTE PEREIRA
    Título da dissertação: O ENVELHECIMENTO E A RELIGIOSIDADE EM UM GRUPO DE IDOSOS ADVENTISTAS
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=10563
     

  •  


    Nivel: MESTRADO
    Nome: HEE JEUNG HONG
    Linha de pesquisa: GERONTOLOGIA: TEORIAS E MÉTODOS; GERONTOLOGIA: PROCESSOS POLÍTICOS, PROCESSOS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS SOCIAIS    
    Orientador: BELTRINA PURIFICAÇÃO DA CÔRTE PEREIRA  
    Título da dissertação: IMIGRAÇÃO E ENVELHECIMENTO EM SÃO PAULO: PERFIL DE UM GRUPO DE IDOSOS COREANOS
    Link da dissertação: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=10661
     

Intercâmbios 

img_programa_gerontologia.jpg

 

 

 

Convênios 

img_programa_gerontologia.jpg

  1. Parceria de pesquisa de professoras do Programa, membros do Núcleo de Estudo e Pesquisa do Envelhecimento (NEPE), com a Universidade Católica de Brasília na pesquisa sobre Atenção à Saúde e à Qualidade de Vida dos Idosos – Dimensão AVA - Tecnologia da Informação, da Comunicação e da Educação.
     
  2. Parceria com a Universidade Católica de Brasília (UnB) no desenho, desenvolvimento e execução do Curso Avançado de Aquisição de Novas Linguagens e Navegação para Pessoas Idosas, com moradores no Brasil (Brasília, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Pará) e Argentina.
     
  3. Parceria de pesquisa com a Universidade de Brasília (UnB), Universidade de São Paulo (USP) e Universidade Católica de Brasília (UcB), na pesquisa Método Delphi eletrônico para prospecção dos serviços/cuidados necessários ao idoso – Quem cuidará de nós em 2030?, implantado em 2011.
     
  4. Parceria de pesquisa com a Universidade de Federal de São Paulo – UNIFESP – e Universidade São Judas Tadeu, na pesquisa "Envelhecimento e Velhice na Cidade de São Paulo". O grupo multidisciplinar envolvido encontra-se na fase de elaboração do projeto da pesquisa.
     
  5. Intercâmbio em pesquisa interinstitucional do Núcleo de Estudo e Pesquisa do  Envelhecimento (NEPE) com o Núcleo de Capacitação e Estudos do Processo de Envelhecimento (Nucepe) da Universidade Federal do Maranhão, sobre Velhice e Memória e desenho do evento a ser realizado em 2012, intitulado: “Educação Física, Lazer e Saúde em Debate Internacional”, na Universidade Federal do Maranhão.
     
  6. Parceria com a Faculdade de Medicina de Jundiaí, junto com Prof. Dr. José Eduardo Martinelli, na elaboração, desenvolvimento, organização e aplicação de Curso de Especialização em Geriatria e Gerontologia, implantado em 2011.
     
  7. Parceria com a Faculdade de Psicologia da PUC-Caldas/MG no desenho do projeto “Representações imagéticas da Intergeracionalidade” que visa identificar princípios, atributos e competências que subsidiam a prática intergeracional representada na tela, sob a coordenação do grupo de pesquisa Longevidade, Envelhecimento e Comunicação.
     
  8. Participação da discussão do projeto “RIICOTEC – Red Intergubernamental Iberoamericana de Cooperación Técnica de pesquisa sobre Programas Intergeracionais nos países do Cone Sul, Chile, Uruguai, Argentina e Brasil” que objetiva levantar indicadores de Programas Intergeracionais da América do Sul, sob a coordenação da Universidade Católica do Uruguai e financiamento IMSERSO.
     
  9. Parceria no desenho, elaboração, execução e análise do projeto “Dimensão AVA - Tecnologia da Informação, da Comunicação e da Educação”, envolvendo professoras do Programa, membros do Núcleo de Estudo e Pesquisa do Envelhecimento (NEPE), com a Universidade Católica de Brasília no desdobramento da pesquisa sobre Atenção à Saúde e à Qualidade de Vida dos Idosos.
     
  10. Parceria com o Observatório da Longevidade Humana e Envelhecimento (OLHE) e o seu Programa “Portal do Envelhecimento”
     
Eventos 

img_programa_gerontologia.jpg

 

eventos-carrossel-noticia-gerontologia_0.jpg

 

26/10/2016

 

Itaú Diálogos

 

Local: Espaço Itaú de Cinema Augusta | Sala 1
Rua Augusta, 1475 - São Paulo
Horário: 9h00 ás 12h00

29/09/2016

 

Itaú Diálogos

 

Local: Espaço Itaú de Cinema Augusta | Sala 1
Rua Augusta, 1475 - São Paulo
Horário: 9h00 ás 15h30

30/10

 

A Benção aos mais velhos. Poder e senioridade nos terreiros de candomblé.

 

Local: Rua Ministro de Godoy, 969 – Sala 4C-07 - 4° andar – (Campus Perdizes) - São Paulo/SP
Horário: 9h00

01/06

 

Debate com a Senadora Marta Suplicy sobre projeto de regulamentação da profissão cuidador de idoso (PLS 284/2011)

 

Local: Rua Ministro de Godoy, 969 – Auditório Prof. Emérito Paulo de Barros Carvalho – sala 239 do prédio Bandeira de Mello (Campus Perdizes) – São Paulo/SP
Horário: 9h30

30/05

 

Debate: A velhice na dinâmica de perdas e aquisições

 

Local: Rua Monte Alegre, 984 - Sala 68 – Térreo (Campus Perdizes) – São Paulo/SP
Horário: das 9h às 12 h

05/04

 

Roda de conversa: Relações intergeracionais – história, conceitos, programas e métodos

 

Local: Rua Monte Alegre, 984 – sala 68 - térreo (Campus Perdizes) – São Paulo/SP
Horário: 9h às 12h

28/03

 

Debate: Quem cuidará de nós em 2030?

 

Local: Rua Ministro de Godoy, 969 - Sala 68, 1º. andar (Campus Perdizes) – São Paulo/SP

29/02

 

Debate: Envelhecimento: Desafio para as políticas públicas

 

Local: Rua Ministro de Godoy, 969 - Sala 68, 1º. andar (Campus Perdizes) – São Paulo/SP
Horário: 9 às 12 hs

2011

26/10

 

Tema: Homoafetividade na velhice

 

Local: Rua Ministro de Godoy, 969 – sala 4B-17 – 4º andar (Campus Perdizes) – São Paulo/SP
Horário: 9h

14 a 16/09

 

13ª Semana de Gerontologia -Longevidade: Moradia na velhice e políticas públicas

 

14/09 – O lugar da Gerontologia na área interdisciplinar
15/09 – Envelhecimento e vida urbana
16/09 – A gestão das políticas públicas e a voz dos gestores de ILPIS

Local: Rua Monte Alegre, 984 – Auditório 333 do prédio Bandeira de Mello (Campus Perdizes) – São Paulo/SP
Horário: 9h às 17h30
Inscrições gratuitas

31/08

 

Tema: Idoso negro proêmio

 

Local: Rua Ministro de Godoy, 969 (Campus Perdizes) – São Paulo/SP
Horário: 9h30

Entrada franca

31/03

 

Tema: Cenários do envelhecimento: moradia e ambiente

 

Local: Rua Ministro de Godoy, 969 – Sala 528 (Campus Perdizes) – São Paulo/SP
Horário: 9h

2010

28/04

 

Apresentação do trabalho: Língua - Questões na escrita acadêmica

 

Local: Rua Ministro de Godoy, 969 - Sala 522 (Campus Perdizes) – São Paulo/SP
Horário: 9h às 12h

Atividade aberta à todos e gratuita

Expediente 

Nome do secretário: Rafael Quini Arbeche   
E-mail: geronto@pucsp.br
Telefone: (11) 3670-8274
Fax: (11) 3670-8274
Endereço: Rua Ministro de Godói, 969, sala 4E-18.

Conecte-se à PUC-SP